Os times para ficar de olho no Major de Kiev

Com 16 times confirmados, olhamos para os rostinhos novos que não devem ser subestimados no Dota 2
TNC levanta o troféu do torneio WESG
TNC entra como underdog, mas não os subestime © WESG
Por Mike Stubbsy

Depois de uma semana abundante em Dota 2 de qualidade, finalmente sabemos quais serão os dezesseis times que vão competir por uma parte dos 3 milhões da premiação do Major de Kiev no próximo mês. A ação foi intensa em todas as regiões, e com qualificatórias exclusivas para a América do Sul e para a CEI pela primeira vez, tivemos a oportunidade de ver ainda mais times brilhando e nos surpreendendo.

Com muitos dos grandes nomes conseguindo convites diretos - ou sendo eliminados super cedo nas qualificatórias regionais - há mais do que alguns times novos indo para Kiev, e muitos deles podem ser considerados underdogs. Isso não quer dizer que os times que conseguiram suas vagas através de classificatórias não tenham chances, mas certamente não será tão fácil já que muitos dos times convidados têm apresentado excelentes resultados recentemente.

De qualquer forma, a falta de preparação pode deixar qualquer um desprevenido, desde times até espectadores, e, com tantos rostinhos novos no palco de Kiev, selecionamos que podem ser considerados underdogs no torneio. Se o Ad Finem pode terminar em segundo em Boston, não há motivos para duvidar que algum desses times pode desbancar todo mundo e levar o prêmio de 1 milhão para casa.

Team Onyx

Com a Evil Geniuses e a Digital Chaos conseguindo convites diretos para o major, muitos presumiram que a vaga da América do Norte seria uma disputa entre Team NP e compLexity. Porém Team Onyx estragou a festinha e pegou a vaga final da América do Norte para si, derrotando a compLexity nas finais graças a um clutch de Meepo.

Onyx é o novo projeto da lenda do Dota Jimmy ‘DeMoN’ Ho, depois de sua aventura épica pelo sudeste da Ásia no ano passado, e ele conseguiu combinar experiência e pessoas de ambas as regiões para construir um dos times mais emocionantes de assistir do mundo todo. Kanishka ‘BuLba’ Sosale e Mason ‘mason’ Venne têm mentes treinadas e experientes enquanto Kim ‘DuBu’ Doo-young traz uma perspectiva única de seus anos jogando na ultra agressiva equipe da MVP Phoenix.

Mas a estrela do time é Abed Azel ‘Abed’ Yusop. O jogador de apenas 16 anos ganhou fama por sua participação no Execration do ano passado, mas quando Jimmy voltou para os Estados Unidos ele trouxe Abed consigo, e a ‘importação’ parece ter valido a pena. Ele é considerado o melhor jogador de Meepo do mundo por muita gente, e isso impõe tanto respeito que muitos times já tiveram que gastar seu precioso primeiro ban nele, ou, como a compLexity aprendeu na marra, a perder rapidamente para ele.


TNC Pro Team

TNC vem sendo uma história de sucesso no sudeste asiático de uns tempos pra cá. Tudo começou quando DeMoN juntou-se a eles logo antes das qualificatórias abertas para o The International, e conseguiu levá-los até o top 8 no maior evento do ano. O time se separou depois da competição, mas três de seus membros voltaram no final do ano, acrescentando Timothy ‘Tims’ Randrup e Ryo ‘ryOyr’ Hasegawa ao time. Desde então, eles ganharam o WESG e provaram que são uma ameaça em muito eventos internacionais.

A contratação de Tims foi algo revelador para o time. Mesmo que Tims seja um dos líderes de time do cenário SEA há algum tempo, ele nunca havia sido a estrela do time antes. Isso mudou na TNC, onde ele se consagrou como um dos melhores Earth Spirits do mundo, e assim como Abed, os times são forçados a banir o herói quando vão jogar contra eles, o que lhes dá uma grande vantagem na hora do draft.

Acrescente os outros jogadores que estão crescendo, como o sempre divertido - dentro e fora do game - Marc Polo ‘Raven’ Luis Fausto e o subestimado capitão Carlo ‘Kuku’ Palad e você conseguirá entender o porquê eles estão indo tão bem.

Eles certamente não são tão desconhecidos quanto outros times que estão indo para Kiev, mas performances ruins em seu cenário podem deixar a impressão de que eles são uma presa fácil, e esse nunca é o caso quando a TNC joga em competições internacionais. Pode até ser que os times da região tenham aprendido a jogar contra eles, mas o resto do mundo certamente ainda não chegou lá.


SG e-sports

E falando em times desconhecidos, isso é exatamente o que a SG e-sports é. Os brasileiros foram os vencedores da nova qualificatória da América do Sul, apesar do time ter sido formado em novembro de 2016. Muitos de seus jogadores já estavam por aí tem um tempo, com muitos deles tendo participado da equipe da paiN Gaming, uma das maiores organizações da América do Sul, mas nenhum deles chegou a participar de eventos presenciais grandes, com exceção das finais da WESG onde ficaram em 5-8º lugar.

À primeira vista, eles parecem não estar no mesmo nível das outras equipes da competição, mas suas habilidades não devem ser subestimadas de forma alguma. Eles perderam apenas quatro mapas durante toda a qualificatória, um para a Infamous e três para a Not Today em três md3 - e esses nomes são facilmente reconhecíveis para quem acompanha o cenário de Dota 2 da América. A performance da SG e-sports na qualificatória foi impressionante e mostra que o time tem muito potencial.

Invictus Gaming

Parece estranho dizer que um time com Xu ‘BurNIng’ Zhilei é um underdog, mas graças aos problemas recentes da IG isso é bem apropriado, na verdade. Os principais jogadores da equipe não participam de um major desde o TI5 em 2015 e o time não apresenta um bom desempenho em sua região, a China. Na realidade, o time IG.Vitality tem sido a equipe dominante há algum tempo.

Porém o roster atual, que tem BurNIng e uma tonelada de novos talentos, provou-se como potencial vencedor do título de Kiev. Eles finalmente começaram a chegar aos eventos presenciais e estão derrotando os times do topo consistentemente. Em seu evento mais recente, o Dota Pit, eles tiraram um game da OG e derrotaram o Team Secret, terminando em quarto lugar, e desde então, só melhoraram.

O time certamente é tido como uma ameaça em potencial, mas certamente seria uma surpresa se ele ganhasse. A IG ainda precisa provar que consegue ganhar dos melhores times do ocidente, mesmo que já estejam cansados de ganhar dos melhores que a China tem a oferecer.


Para mais conteúdo sobre games, siga a gente em @RedBullBR no Twitter e curta nossa página no Facebook.

read more about
Next Story