ARTE | TERRITÓRIO: artistas ocupam o centro de SP

Assista ao documentário que mapeia as atividades artísticas no centro da capital paulista
Por Isabela Talamini

São Paulo comemora essa semana seus 462 anos! Para aproveitar as homenagens à cidade cinza, lançamos o documentário ARTE | TERRITÓRIO.

Nele, acompanhamos diversos artistas visuais e espaços culturais que ocupam a região central de São Paulo - onde o caos inspira trabalhos que refletem diretamente o espírito da capital. “O centro de São Paulo te coloca num lugar de indagação da realidade humana e não tem como isso não ser interessante pra um artista", diz Maria Montero, criadora do Phosphorus, um espaço independente de arte experimental, com foco em residência artística e crítica dos processos.

Felipe Morozini no documentário ARTE | TERRITÓRIO

Em seus doze minutos, o curta inclui relatos dos artistas Felipe Morozini, Luciano CortaRuas, as galeristas Maria Monteiro, Fernanda Brenner e o curador Fernando Velázquez. Entre os temas abordados estão as inspirações, mas também os desafios de trabalhar na região. “Os projetos que existem no centro hoje são experimentais e estão de fato descobrindo o local. Não há exploração comercial. Esses espaços no centro querem explorar, experimentar, provocar", explica Velázquez, curador do Red Bull Station.

Assista ao curta ARTE | TERRITÓRIO acima e confira o guia sobre as galerias, espaços e artistas que permeiam o centro da capital.

Estúdio Lâmina

O Estúdio Lâmina é um espaço cultural que é de tudo um pouco: galeria, estúdio e casa. Lá eles acolhem diversas residencias artisticas que vão desde música, fotografia e cinema até dança, moda e circo.

Av. São João, 108, Centro

Felipe Morozini

Além de artista, Morozini é ainda diretor da Associação Parque do Minhocão, organização social que defende que o Elevado Presidente Costa e Silva se transforme numa área de lazer para a população da cidade. Morozini mora no Minhocão e seu trabalho tem forte relação com o centro paulistano. Entre seus trabalhos mais conhecidos está a performance "Jardim Suspenso da Babilônia", na qual, junto de 21 amigos, ele pintou flores de cal em toda a extensão do Elevado Costa e Silva em 2009.

Pivô © Salvador Cordaro

Pivô

O Pivô, localizado no Edifício Copan, no centro de São Paulo, foi fundado em 2012 e desde então recebe diversas exposições, worshops, palestras e experimentações artísticas sobre arte, arquitetura, urbanismo e muito mais. Vale a visita!

Av. Ipiranga, 200, bloco A, Loja 54, República

Tag Gallery

Curte arte urbana? Então você não pode deixar de visitar a Tag Gallery. O espaço, localizado em um prédio antigo no centro de São Paulo, é dedicado ao desenvolvimento da street art em São Paulo e sua conexão com artistas do mundo inteiro.

R. Líbero Badaró, 336, 3º andar, Centro

Phosphorus

Red Bull Station

Nosso espaço cultural e criativo fica ilhado em uma bifurcação ao lado da Praça da Bandeira e tem uma vista absurda do terraço. A entrada é gratuita e o local ainda conta com programas permanentes de residências e ocupações, além de uma cafeteria e um dos melhores estúdios de música da América Latina.

Pça. da Bandeira, 137, Centro

Phosphorus

O Phosphorus, idealizado por Maria Monteiro, é um espaço independente de arte experimental, com foco em residência artística e crítica dos processos. Ele fica em nada menos que na primeira rua de São Paulo, ao lado do Pateo do Colégio, o Marco Zero da cidade.

R. Roberto Simonsen, 108, Sé

Confira o nosso especial São Paulo 462 Anos.

read more about
Next Story