Carlos Burle surfa onda gigante no Chile

© Rafael Tapia

Big rider brasileiro entra na disputa pelo recorde mundial

Na última quarta-feira, dia 03 de julho de 2013, o litoral norte chileno viu mais um capítulo da história do surfe de ondas gigantes ser escrito pelo pernambucano Carlos Burle.

Barreira natural para as grandes ondulações do pacífico sul, o local conta com bancadas de todos os tipos, muitas delas formadas por montanhas submersas.

Essas características geográficas, semelhantes as do Havaí, propiciam condições perfeitas para a formação de ondas gigantes.
Frequentador da costa chilena há muitos anos, Carlos Burle esteve mais uma vez no local em busca de aventura.

Durante o início da semana passada, a previsão das ondas indicava um swell enorme marchando em direção a um pico secreto.
Graças ao apoio logístico do local Rafel Tapia, Burle, na companhia dos amigos brasileiros Rodrigo Koxa, Victor Faria e Alemão de Maresias, se lançou em uma arriscada investida rumo as montanhas de água gelada do Chile, no auge do inverno do hemisfério sul.

"Estava monitorando a previsão e sabia que estaria grande. Não esperava essa dimensão. Posso dizer que foram algumas das maiores ondas que já surfei na minha vida. A viagem só aconteceu devido ao Rafael. Agradeço demais a ele e aos outros brasileiros também, por estarem ali surfando aquelas ondas comigo e me dando todo o suporte. Todos surfaram muito. O Alemão é um dos melhores pilotos de jet que conheço. Foi uma honra dividir esse momento com eles", disse Burle.

Burle é bicampeão mundial de ondas grandes na remada (1998 e 2010), e campeão do XXL 2002, o Oscar das ondas grandes.

O experiente big rider deteve por muitos anos o recorde de maior onda surfada no planeta, algo em torno de 68 pés (22,6 metros), feito ocorrido em Mavericks, na Califórnia.

Burle cogita ter batido seu recorde de maior onda © Rafael Tapia

A jornada teve tanto sucesso que ele cogita façanha semelhante desta vez, pois credita um tamanho próximo aos 80 pés (24,3 metros), o que poderia desbancar o recorde atual do havaiano Garrett Mcnamara, que surfou em Portugal uma onda avaliada em 78 pés (23,7 metros).
 

"Provavelmente é a maior que já surfei. Do mesmo nível das ondas de Mavericks, Jaws e Ghost Trees. Colocando as fotos lado a lado, acredito que essa onda seja maior que a de Mavericks e que não deva em nada à onda do Garrett, atual recordista" explica.

O brasileiro desapareceu na imensidão chilena© Rafael Tapia

"Na foto em que eu acabo sumindo, devido à onda que quebrou na frente, ainda havia pelo menos 2 a 3 metros para baixo de onde eu estava. Tem potencial para bater o recorde mundial", pondera.

Avaliando alturas descomunais medidas por detalhes, não há como negar que as ondas surfadas no Chile estão entre as maiores do mundo. E que realizando seus sonhos, Carlos Burle escreveu novamente um importante capítulo da história do esporte.