05 06 CACA 0003.jpg

Mais uma vez, Cacá Bueno mostrou que tem estrela quando corre no Rio Grande do Sul. No sábado conquistou a 25ª pole na carreira, a terceira consecutiva no Autódromo Internacional Velopark, mas, diferente das últimas duas oportunidades, desta vez a vitória não escapou do tetracampeão. Em uma prova marcada por uma batida com vários carros na primeira curva, o piloto do carro #0 caiu para segundo, mas fez uma corrida estratégica para ultrapassar Ricardo Maurício e vencer pela segunda vez na temporada. Daniel Serra fez uma grande prova de recuperação para ganhar nove posições, ao sair da 13ª posição no grid, para o quarto lugar na bandeirada.

Após uma largada tumultuada, que tirou fortes candidatos à vitória logo na primeira curva, Cacá, que caiu para segundo, passou a perseguir Ricardo Maurício. Depois de 20 voltas analisando o adversário, o carioca reassumiu a liderança da prova ao ultrapassá-lo na reta dos boxes. A partir daí, o tetracampeão teve uma tocada perto da perfeição, fazendo várias voltas em ritmo de classificação, para subir no degrau mais alto do pódio pela segunda vez no ano e voltar a figurar entre os líderes do campeonato.

Se Cacá perdeu a liderança na largada, Daniel Serra ganhou sete colocações. A confusão da primeira curva foi benéfica para o piloto do carro #29 da Red Bull Racing, que, largando da 13ª posição, pulou para o sexto lugar. Com um carro muito equilibrado, logo assumiu a quarta colocação, depois de uma bela ultrapassagem sobre Julio Campos e o abandono de Tuka Rocha. Serrinha apertou o ritmo, chegando a se aproximar de Max Wilson, mas preferiu não arriscar e deixa o Velopark como o terceiro no campeonato.

ABRE ASPAS:
Cacá Bueno, Red Bull Racing, Chevrolet Sonic #0 - P1:
"Sempre falei que o Rio Grande do Sul costuma me trazer sorte. Depois de vencer três vezes em Santa Cruz do Sul, ganhar em Tarumã e Guaporé, largar na pole três vezes aqui, finalmente venci no Velopark. Sabia que precisava chegar entre os três, de preferência vencer, depois de abandonar em Curitiba, devido à nova pontuação. Para o campeonato foi bom, agora estou em quarto, com duas vitórias em três corridas, mas a pontuação é assim e temos de trabalhar para vencer mais vezes para reverter isso"
"Larguei mal. Quando acelerei o carro patinou e o Ricardinho me passou. Depois eu vi pelo retrovisor aquela confusão, que tirou caras fortes da prova, como o Átila, o Thiago, o Allam, o Marquinhos... E aí foi uma corrida de perseguição ao Ricardinho, e eu sabia que tinha um ritmo de corrida melhor que ele. Errei um push, então tinha de achar o momento certo para ultrapassá-lo para abrir uma vantagem confortável. E foi isso que aconteceu. A equipe está, mais uma vez, de parabéns pelo trabalho. Eles me deram um carro fantástico"

Daniel Serra, Red Bull Racing, Chevrolet Sonic #29 - P4: "Para quem largou em 13º, foi uma boa corrida. Consegui me livrar da confusão na largada, o que me deixou em uma boa posição para lutar pelos primeiros lugares. Logo depois da relargada ultrapassei o Julio. Depois do abandono do Tuka tentei apertar o ritmo ao máximo para lutar pelo pódio. Até cheguei perto do Max, mas não o suficiente para ter uma chance de ultrapassá-lo. Foi bom para o campeonato. Ganhei mais uma posição e agora sou o terceiro. Temos de continuar trabalhando para lutar pela vitória e pelo pódio"

Confira os cinco primeiros na etapa do Velopark da Stock Car:
1º) CACÁ BUENO - 40 voltas

2º) Ricardo Maurício - a 1s354
3º) Max Wilson - a 4s660
4º) DANIEL SERRA - a 5s717
5º) Valdeno Brito - a 14s405

Veja a classificação da Stock Car 2012, após três etapas:
1º) Ricardo Maurício - 55 pontos
2º) Valdeno Brito - 50
3º) DANIEL SERRA - 47
4º) CACÁ BUENO - 44

5º) Max Wilson - 38
6º) Nonô Figueiredo - 37
7º) Átila Abreu - 34
8º) Julio Campos - 27
9º) Marcos Gomes - 26
10º) David Muffato - 25
 


Comentários

    Adicionar um comentário

    * Todos os campos são obrigatórios
    Até 2000 caracteres :
    Escreva a palavra à esquerda e clique em "Publicar comentário":

    Detalhes