Felipe Salem: estúdio Lost Art/ Red Bull Photofiles

Ideias em ebulição. Assim andam os ânimos dos artistas que compõem o segundo grupo de artistas do Red Bull House of Art 2010. A residência artística tem como endereço o Edifício Sampaio Moreira, no centro de São Paulo. Formado por Clara Ianni, Felipe Salem, Guilherme Peters, Jaime Lauriano, Marcos Brias e Sofia Borges, os integrantes do grupo tem em comum o fato de viverem na cidade de São Paulo, e de estarem em plena formação artística.

Considerado o “avô dos arranha-céus” de São Paulo, o Edifício Sampaio Moreira revelou-se um celeiro de inspiração para os artistas ao longo destas seis semanas de residência; iniciada na primeira semana de novembro e que termina com a exposição em cartaz a partir de 20 de dezembro reunindo os trabalhos desenvolvidos durante este período. “É um prédio muito especial, muito bonito. Vou lembrar dos andares abandonados, da sensação de estar num lugar onde já aconteceu muita coisa, e do vento”, resume Sofia Borges.

Em 2010, o projeto Red Bull House of Art contou com dois grupos de artistas. O primeiro deles, também com seis integrantes, ocupou o prédio nos meses de setembro e outubro e resultou na exposição “Notas de um processo – Tentativa e Aposta”, já encerrada.

"A Secretaria Municipal de Cultura reconhece a importância do Edifício Sampaio Moreira para a cidade de São Paulo, tanto que o desapropriou para ser sua sede. O trabalho de residência artística que está sendo desenvolvido no local agrega ainda mais valor a essa jóia paulistana", reitera Carlos Augusto Calil, Secretário Municipal de Cultura de São Paulo.

Fonte de inspiração
A inspiração também está do lado de fora da janela. A própria rotina dos artistas ao irem para a residência, diariamente, proporcionou uma proximidade ainda maior com o centro, uma região emblemática da metrópole. “O lugar é espetacular, dá vontade de se instalar por aqui de vez”, diz Felipe Salem que destaca também a facilidade que a área oferece para encontrar os materiais para compor as obras artísticas.

O que passa do lado de fora do prédio também não escapou ao olhar de nenhum deles. No caso da artista Clara Ianni, que terá entre os trabalhos expostos uma galeria de fotos, a lente de sua câmera está apontada para a praça em frente ao edifício. Do alto do décimo andar, é possível ver o quadrado de linha branca fixado por ela no chão, num local bem central do logradouro. Cada vez que alguém passa dentro do espaço delimitado, ela registra o instante com a sua lente.

Além da fotografia, a exposição contará com peças como esculturas, instalações e projeções. O registro de performances também faz parte dos planos de alguns dos artistas também.

Ao longo da próxima semana, o público já poderá ter uma ideia melhor do vem por aí. Nesta reta final da residência, o espaço continua com entrada franca para o público sempre de quarta a sábado, entre 10h e 20h. Quem visitar o Red Bull House of Art durante este período, poderá conhecer os estúdios dos artistas e também a Galeria Transitória, que continuará aberta à visitação a partir do dia 20 de dezembro, sempre com entrada franca.

Localizada no décimo andar, a galeria serve como uma incubadora de projetos em desenvolvimento, onde os artistas e a curadora Luisa Duarte podem testar e avaliar cada trabalho. No mais, é esperar para ver o resultado final na exposição que ficará localizada no térreo do edifício a partir do dia 20 de dezembro até final de janeiro.

RED BULL HOUSE OF ART – EDIÇÃO 2010
Grupo 2: Clara Ianni, Felipe Salem, Guilherme Peters, Jaime Lauriano, Marcos Brias e Sofia Borges
Curadoria: Luisa Duarte

Endereço: Edifício Sampaio Moreira
Rua Líbero Badaró, 346 – Vale do Anhangabaú – São Paulo/SP.

SEMANA DE 13 A 18 DE DEZEMBRO DE 2010:
ENTRADA FRANCA: de quarta a sábado, das 10h às 20h.
Visita aos estúdios e Galeria Transitória no 10 e 11 andares

A PARTIR DE 20 DE DEZEMBRO DE 2010:
Exposição - Grupo 2: térreo do Edifício Sampaio Moreira
Galeria Transitória - Grupo 2: no décimo andar
De segunda a sábado, das 10h às 20h
ENTRADA FRANCA - Até final de janeiro de 2011


Comentários

    Adicionar um comentário

    * Todos os campos são obrigatórios
    Até 2000 caracteres :
    Escreva a palavra à esquerda e clique em "Publicar comentário":

    Detalhes