Gary Saavedra 1.jpg

Com todos os ingredientes para entrar para a história do desporto mundial, o projecto Red Bull Canal Cross está já em contagem decrescente. O objectivo é no mínimo ambicioso e passa pelo inimaginável: surfar no Canal do Panamá a mais longa onda de sempre sem paragens e por um período estimado de quatro horas!

É um feito completamente inédito que promete fazer história. No próximo dia 19 de Março, as águas calmas do Canal do Panamá vão transformar-se no palco de uma verdadeira maratona de Surf. O projecto Red Bull Canal Cross aposta no improvável, procurando concretizar no terreno um objectivo que pode ser recompensado com o estabelecimento de dois novos marcos no Guinness Book of World Records.

Mas como se pode fazer Surf em águas paradas? Um potente barco de Wakeboard irá criar a onda na qual Gary Saavedra pretende cruzar uma grande extensão do Canal do Panamá - surfando ininterruptamente ao longo de um período estimado de quatro horas. Assim se pretende quebrar o recorde do Mundo da mais longa onda alguma vez surfada e ainda cumprir o mais longo período numa onda não-estática. Como não podia deixar de ser, esta tentativa será acompanhada de perto e validada por representantes oficiais do Guinness Book of World Records.

Com 13 títulos de Campeão Nacional de Surf do Panamá, Gary Saavedra estará assim no centro das atenções; “Estou preparado física e mentalmente para o Red Bull Canal Cross, há muito que espero por esta oportunidade. Além do Surf, o treino dos últimos meses tem consistido acima de tudo num fortalecimento das pernas e na componente cardíaca”. Em termos de dificuldade, Saavedra destaca sobretudo o recorde de surfar durante o mais longo período numa onda não-estática;

“A actual marca é de 45 minutos e eu proponho-me chegar às quatro horas”. Além do desafio em si mesmo, Gary terá de contar também com as adversidades externas - nomeadamente a ondulação produzida pelas grandes cargueiros que navegam no Canal diariamente.

Detalhes