RBPaperWings_Finalistas

Depois da última qualificação do Red Bull Paper Wings, disputada ontem em Lisboa, são já conhecidos dois dos três ases lusos dos aviões de papel. Para a equipa ficar completa falta apenas apurar o vencedor da categoria de Acrobacia - que será escolhido online pelo público. O objetivo é a final mundial que se realiza na Áustria no início de maio.

O objetivo é voar, não aterrar! O lema oficial do Red Bull Paper Wings voltou ontem a ser posto em prática com grande entusiasmo durante a última qualificação nacional desta original competição. Lisboa sucedeu assim a Faro e ao Porto numa dinâmica que envolveu centenas de estudantes universitários.

O Pavilhão de Engenharia Civil do Instituto Superior Técnico, situado bem no coração da cidade de Lisboa, transformou-se assim numa insólita pista de aviação. Os “pilotos” participantes procuraram voar o mais longe possível e cativar um júri de três elementos que se concentrou na componente acrobática do voo. Como mandam as regras internacionais da Paper Aircraft Association (PAA) e os regulamentos do Guinness World Record, os aviões de papel foram construídos no local a partir de uma simples folha de papel A4, com exceção para os modelos acrobáticos onde é permitida uma maior sofisticação técnica.

Depois de conseguir manter no ar o seu avião de papel durante 10,35 segundos, Fabrício Monteiro - estudante de Engenharia Mecânica de 17 anos - venceu a categoria de Tempo de Voo e foi o primeiro a festejar o apuramento para a Final Mundial: “Sempre tive a mania dos aviões de papel, cheguei a ser apanhado nas aulas com esta brincadeira! Agora vou tentar levar a coisa mais a sério e dedicar-me mais à técnica de construção e lançamento do avião – até estou a pensar pedir ajuda a um professor...”. Já a Categoria de Distância de Voo foi dominada por um “repetente”: Manuel Pereira, estudante de Engenharia Civil de 21 anos, já tinha dominado a primeira edição portuguesa do Red Bull Paper Wings e foi um dos participantes na final mundial de 2009. Agora os 26 metros conseguidos no Instituto Superior Técnico são a motivação para ir mais longe: “Para mim o mais importante é participar, mas quero melhorar a minha prestação e trazer um bom resultado de Salzburgo”. A Categoria de Acrobacia irá ser decidida pelo público através de uma votação online na página oficial da competição em www.redbullpaperwings.com/pt/voting/PT. O resultado será conhecido no próximo dia 2 de abril.


Envolvendo equipas de 90 países, a final mundial do Red Bull Paper Wings está agendada para o primeiro fim de semana de maio (dias 4 e 5). O cenário escolhido é uma vez mais o Hangar 7 de Salzburgo, um espaço de vanguarda que faz parte do imaginário de todos os fãs da aviação devido à impressionante coleção de aeronaves das mais variadas épocas que alberga.

FINAL MUNDIAL
4 e 5 MAIO - Áustria, Salzburgo, Hangar 7

OS RECORDES NACIONAIS
Maior Distância de Voo: 32,8 metros, Manuel Pereira (IST)
Maior Tempo de Voo: 10,35 segundos, Fabrício Monteiro (Lisboa)

OS RECORDES MUNDIAIS
Maior Distância de Voo: 63,19 metros (2003: Stephen Krieger, EUA)
Maior Tempo de Voo: 27,9 segundos (2009: Takuo Toda, Japão)


Mais informação em:
www.redbull.pt
www.redbullpaperwings.com/pt/portugal
 

Este artigo foi escrito segundo o novo acordo ortográfico.

Detalhes