Pokémon GO: guia para principiantes

Chegou a maior loucura deste verão e temos algumas dicas para começares a apanhá-los todos.
Um Pikachu no seu habitat natural. © Nintendo / The Pokémon Company
Por Damien McFerran

Ao fim de vários meses de hype, de beta testing e muitas figas, Pokémon GO foi finalmente lançado. Este título mobile dá uso à realidade aumentada para colocar os Pokémon no ambiente do nosso dia-a-dia (sim, o plural de Pokémon é Pokémon, já que o termo é uma abreviatura de Pocket Monsters) e mistura exploração do mundo real com o carinho e o treino que fizeram desta série um sucesso ao longo dos últimos 20 anos.

Desenvolvido em parceria com a Niantic, estúdio responsável por Ingress, este é o esforço mais recente da The Pokémon Company (e da Nintendo) de levar uma das suas mais icónicas franchises para os smartphones.
Se estás com dificuldades no início do jogo ou se não sabes como começar, este guia é para ti.

O básico

O objectivo do Pokémon GO é capturar monstros, treiná-los e utilizá-los em batalhas nos vários ginásios espalhados pelo mundo. Ao contrário dos jogos na série principal, Pokémon GO utiliza um mapa e a nossa localização exacta para determinar onde os monstros podem estar escondidos e onde se encontram as PokéStops e os Ginásios. A premissa é simples: quanto mais o jogador caminhar e explorar o mundo que o rodeia, mais hipóteses existem de te cruzares com um Pokémon selvagem. O elemento surpresa é uma das coisas que tornam o jogo tão apelativo: é possível cruzares-te com um Horsea durante a tua corrida matinal, perturbares um Golbat gigante enquanto esperas pelo autocarro ou seres embuscado por um Charmander enquanto passeias o cão. Assim que tiveres Pokémon suficientes, podes juntar-te a uma equipa e lutar contra outros jogadores em ginásios locais.

PokéStops e Ginásios

Existem dois elementos que irão aparecer no teu mapa mas que exigem que estejas perto deles para os utilizares. As PokéStops estão assinaladas com cubos azuis e costumam estar perto de locais importantes: igrejas, monumentos, alguns bares, bancos, etc.. Quando ficares perto de uma PokéStop, podes girar o ícone no meio do ecrã para receberes recompensas, reabastecidas após um determinado tempo. Estas recompensas costumam ser Pokébolas adicionais mas também podem ser itens raros, tais como ovos que podem ser incubados para criar novos monstros.
Os ginásios são menos comuns que as PokéStops e são locais onde os jogadores podem colocar à prova os seus skills de batalha. No entanto, é necessário chegarem ao nível 5 antes de lhes poderem aceder. O nível de experiência enquanto treinador sobe capturando Pokémon e são atribuídos bónus se o jogador capturar monstros à primeira ou encontrar monstros raros ou poderosos. Assim que chegares ao nível certo, tens à escolha uma de três equipas (Amarela, Azul ou Vermelha) e poderás lutar pelo controlo dos ginásios que encontres.

Encontrar e capturar Pokémon

Os Pokémon não aparecem no mapa da mesma forma que as PokéStops e os ginásios. Um farfalhar de folhas no ecrã indica que um monstro está por perto mas quando chegares lá, ele poderá já ter fugido. A melhor forma de encontrares Pokémon é tendo a app a correr enquanto fazes uma caminhada. É quase certo que te cruzes com algum. Os monstros aparecem no mapa e, se estiveres perto o suficiente, podes entrar numa batalha tocando neles. Uma vez no ecrã de batalha, tens que tocar no fundo do ecrã para mandares uma Pokébola. Os monstros mais fracos podem ser apanhados com apenas um lançamento mas os mais poderosos podem libertar-se da Pokébola. A chave é o círculo colorido que aparece durante o combate: verde significa que o monstro é fraco, laranja que tem força média e vermelho indica que estás a enfrentar um espécime poderoso. As Pokébolas são limitadas mas podes encontrar mais nas PokéStops, ao subir o nível do teu personagem ou pagando por elas.

Escolhe a tua realidade

Por defeito, o Pokémon GO usa a câmara de trás do telemóvel para colocar os Pokémon no mundo. Quando encontras um monstro, tens que te aproximar dele e ter alguma pontaria para lhe acertar com uma PokéBola. O efeito é impressionante, transmitindo a sensação de que os Pokémon habitam o nosso mundo, mas se não quiseres parecer um maluquinho na rua, tens sempre a opção de desligá-lo. No canto superior direito do ecrã encontras um botão que substitui o efeito por um fundo 3D genérico. É muito menos excitante e imersivo mas torna o jogo mais fácil e gasta menos bateria.

Treinar Pokémon para dominar os ginásios

O poder dos Pokémon que capturas varia mas podes subir o seu nível com stardust e candy, dois elementos adquiridos durante o processo de os apanhar. Se os teus candies estiverem a acabar, podes transferir Pokémon que não queiras para ganhar mais mas tem atenção: uma vez transferido um Pokémon, é perdido para sempre. Alimentar um Pokémon com stardust e candy é uma forma eficaz de aumentar o seu poder mas não percas tempo a subir o nível dos monstros mais fracos já que é possível encontrar espécimes superiores durante as tuas caminhadas. Uma vez satisfeito com o poder das tuas criaturas, podes escolher um ou dois Pokémon para lutar num ginásio local de forma a ganharem mais experiência. Após reclamar um ginásio para a tua equipa, podes ganhar prestígio defendendo-o de rivais e cada batalha vencida sobe a posição da mesma naquele ginásio em particular. No entanto, perder uma luta pode significar perder o ginásio para os teus adverásios. Os teus Pokémon regressam à tua colecção e precisarão de ser curados.

Enquanto o combate noutros jogos Pokémon pode ser bastante táctico, no Pokémon GO é apenas uma questão de deslizar o dedo no ecrã na altura certa de forma a evitar ser atingido e tocar no inimigo para que os ataques lhe acertem. Os Combat Points (CP) determinam o quão eficiente um Pokémon é em combate mas também é preciso estares atento à sua saúde porque até os mais poderosos têm um limite de dano que aguentam. À medida que sobes de nível e descobres Pokémon, os ginásios tornam-se pontos fulcrais no jogo mas, como já referimos, é preciso seres, pelo menos, nível 5 para poderes usá-los.

Pokémon GO em acção. © Nintendo / The Pokémon Company

Usar itens

Se estiveres com dificuldades em encontrar Pokémon nas redondezas, podes usar o item Incense para, durante os próximos 30 minutos, os atraíres até onde te encontras. No entanto, é bom que o uses de forma inteligente: tens dois usos grátis mas, depois disso, a única forma consistente de teres este item é adquirindo-o com dinheiro real. Lure Modules são outra forma de atraíres Pokémon mas só funcionam em PokéStops e têm o senão de também poderem beneficiar outros jogadores. Incubators podem ser usados para chocar ovos que encontres ou compres. Vale a pena chocar ovos já que, muitas vezes, podem nascer Pokémon que não se encontram no mundo.

Tira uma foto que dura mais tempo

Pode não ser a primeira coisa que te venha à cabeça durante uma tensa luta contra um Pokémon de nível alto mas, se quiseres, existe a opção de tirares uma foto ao mesmo. Toca no ícone da câmera no canto inferior direito do ecrã, alinha o ângulo e ficas com o teu monstro eternizado numa foto.

Poupar energia

O Pokémon GO utiliza o GPS do telemóvel para mostrar a tua localização exacta e isso pode sugar a bateria rapidamente. Felizmente, o jogo inclui um modo de poupança de bateria que, quando ligado, desliga o ecrã do telemóvel quando este se encontra virado ao contrário no teu bolso. Isso significa que o jogo não consumirá tanta energia mas continuará a correr para que não percas nenhum Pokémon que se encontre por perto.

Não tenhas medo de gastar algum dinheiro

Pokémon GO é um jogo free to play, o que significa que podes sacá-lo e desfrutar dele sem gastares dinheiro algum. No entanto, certos itens exigem que o faças e, desde que não percas a cabeça, até são bons investimentos, especialmente durante o início do jogo em que tens de lutar para ganhar a experiência necessária para chegar ao nível 5 e ter acesso aos ginásios. Não tenhas medo de investir algum dinheiro em Incense já que este item sobe em flecha o número de encontros que vais ter e, consequentemente, o teu nível de experiência. O Bag Upgrade e o Storage Upgrade também valem a pena já que aumentam o número de itens e monstros que podes ter. Mas, como é óbvio, se não quiseres não tens que gastar dinheiro nenhum com o jogo.

Pokémon GO Plus. © Nintendo / The Pokémon Company

Investe na pulseira Pokémon GO Plus

Lançada em conjunto com a própria app, a Pokémon GO Plus é uma forma da Nintendo se colar à loucura dos wearables. Este dispositivo pulsa quando um Pokémon se encontra por perto, removendo a necessidade de andares com a app aberta no telemóvel e diminuindo a probabilidade de te distraíres e ires contra coisas ou pessoas na rua. Se estás mesmo empenhado em ser o maior treinador de Pokémon de sempre, esta é uma compra recomendada. Não é essencial nem tão barata quanto isso, custando 34.99 USD, mas teres uma significa que nenhum Pokémon te escapa.

Para mais dicas e notícias sobre videojogos, segue-nos no Twitter e no Facebook.

read more about
Next Story