FIFA 17: o melhor XI jovem da Primeira Liga

A Liga NOS é palco de alguns dos melhores jovens a actuar na Europa.
Por Pete Dreyer

Para muitos, a vitória de Portugal no Euro 2016 foi um choque. A nossa selecção nacional sempre foi considerada perigosa, mas faltava-lhe o palmarés de outras congéneres europeias como a Alemanha, Itália, França ou Espanha.
Embora muitos jovens presentes no FIFA 16 tenham, entretanto, saído do país (Renato Sanches é o primeiro caso que vem à memória), a maioria ainda joga na Liga NOS e são excelentes contratações para qualquer equipa.

No FIFA 17, com a excepção de Gelson Martins, nenhum destes jogadores é um verdadeiro prospecto de elite em comparação com outros clubes europeus, mas nem por isso deixam de ser excelentes jogadores disponíveis a preços acessíveis. Entre eles, temos dois excelentes defesas laterais, um médio bastante especial e alguns avançados promessa. Pega no livro de cheques, vamos fazer compras na Primeira Liga portuguesa.

Os melhores jovens guarda-redes e defesas a actuar em Portugal.
FIFA 17 Career Mode: Liga NOS Wonderkid XI © EA Sports

Guarda-redes: Ederson

Com 23 anos, Ederson é um pouco mais velho do que normalmente vemos nestes artigos, mas como os bons guarda-redes são capazes manter o topo de forma mesmo com 30 e muitos anos, o guardião do Benfica é uma excelente escolha a longo prazo.
Tal como acontece na vida real, a força de Ederson deve-se à enorme capacidade de parar bolas (tem 85 pontos de reflexos, 87 de reflexos de guarda-redes e 81 de mergulhos do guarda-redes, fazendo dele um barreira muito difícil de bater, independentemente da distância a que se realize o remate), mas os 78 pontos de posicionamento e 76 de jogo de mãos são um pouco suspeitos e fazem de Ederson particularmente fraco a lidar com cruzamentos e livres. De qualquer das formas, são aspectos que podem ser trabalhados nos treinos, o que significa que tens aqui um guarda-redes de classe mundial com 87 pontos de potencial geral por um preço mais baixo do que pagarias por um Alban Lafont ou Gianluigi Donnarumma.

Defesa central: Rúben Semedo

Ao longo do último Verão, foram vários os clubes europeus que andaram a farejar Rúben Semedo e é bastante provável que a história se volte a repetir este ano graças às performances que tem feito esta época ao serviço do Sporting. Rúben Semedo é um central bastante atlético: tem 68 pontos de aceleração e 76 de sprint, nada mau para um central, mas são os 88 pontos de salto e 86 de força que fazem dele um central excepcional. Em termos técnicos também não é nada de se deitar fora: 76 pontos de corte de carrinho, 78 de corte de pé, 76 de marcação e 80 de intercepções são números bastante decentes e existe muito tempo para que estes stats cresçam para o mesmo nível dos físicos, uma vez que Semedo tem potencial para crescer de 79 para 86 pontos gerais durante os próximos anos.

Defesa central: Chidozie Awaziem

Awaziem está longe de ser um trabalho em andamento como Rúben Semedo, mas qualquer jogador disposto a investir um pouco de tempo no seu desenvolvimento verá que tem nas mãos um investimento fantástico. É preciso mentalizar-se que Awaziem nunca será um atleta do mesmo nível de Rúben Semedo: os 67 pontos de aceleração e 75 de sprint não são maus, mas os restantes stats físicos têm apenas 70 e poucos pontos. No entanto, para um jovem de apenas 19 anos com um rating geral de 72, os 68 de corte de carrinho, 72 de corte de pé, 71 de marcação e 73 de intercepções não são nada maus e irão crescer à medida que Awaziem atinge os 83 pontos de rating geral. A melhor parte é que como Awaziem está disponível por praticamente nada, podes sempre vendê-lo se achares que não se encaixa nos teus planos.

Defesa direito: Nélson Semedo

Independemente de preferires os teus laterais mais agressivos ou mais defensivos, existe um par de stats que deves sempre verificar: a velocidade e a resistência. Nélson Semedo tem ambos para dar e vender. Os 90 pontos de aceleração, 92 de sprint e 88 de resistência fazem dele uma ameaça potencial nos flancos, onde pode aproveitar os erros defensivos adversários para criar situações de dois para um. Também não é mau no um para um, mas nas marcações fica ligeiramente abaixo da média. Os seus passes também podem ser trabalhados. Ainda assim, se conseguires lidar com isso, Semedo pode tornar-se num dos mais eficientes jogadores da tua equipa quando atingir os 85 pontos de potencial geral.

Defesa esquerdo: Grimaldo

Tal como Nélson Semedo, as forças de Grimaldo encontram-se mais no seu ataque do que na defesa. Os 87 pontos de aceleração, 86 de sprint e 82 de resistência fazem dele um terror no lado esquerdo do campo, especialmente em conjunto com os 85 de agilidade, 81 de reflexos, 81 de drible, 78 de cruzamento e uns muito úteis 80 de precisão de livres. Todos os seus valores defensivos estão na casa dos 70, algo perfeitamente respeitável para um lateral. A sua única fraqueza é mesmo a força, um pequeno preço a pagar por um jogador do seu talento, especialmente se considerarmos o potencial geral de 87.

Os melhores jovens médios e avançados a actuar em Portugal.
FIFA 17 Career Mode: Liga NOS Wonderkid XI © EA Sports

Trinco: Palhinha

Enquanto William Carvalho e Rúben Neves têm recebido aplausos, Palhinha não tem muitas atenções a fazer o mesmo trabalho ao serviço do Belenenses. Não é altamente atlético, mas compensa com velocidade, agilidade, força bruta, habilidade aérea e resistência, com ratings de 86, 84 e 86, respectivamente. Os restantes stats defensivos são bons se tivermos em conta a sua tenra idade: 70 de corte de carrinho, 77 de corte de pé, 73 de marcações e 78 de intercepções. Há muito tempo para transformares Palhinha num médio defensivo de classe mundial com 86 pontos de rating geral. O melhor de tudo é que fica a uma fracção do preço de William.

Trinco: Rúben Neves

Há algum tempo que Rúben Neves é olhado como uma futura estrela portuguesa e embora esse estatuto não tenha desaparecido, a verdade é que baixou uns quantos pontos no FIFA 17. Mas não deixes que isso te melindre: Rúben Neves continua a ser um talento fantástico e uma óptima escolha para fazer par com Palhinha. Enquanto as forças do último residem no controlo de bola a meio campo, as de Rubén Neves são na sua capacidade de criar jogadas, controlar o jogo e abrir a oposição com passes precisos. Tem 80 pontos de passes curtos, 78 de longos e 74 de visão, tudo excelentes números para um médio com apenas 19 anos de idade e com 10 pontos de crescimento pela frente. Quem não quer o próximo Xabi Alonso na equipa?

Médio direito: Gelson Martins

Se estás à procura de um médio capaz de passar a próxima década a subir na ala direita, tens que considerar Gelson Martins, sem dúvida um dos jogadores mais regulares dos últimos dois anos do Sporting. Gelson Martins foi abençoados com 93 pontos de aceleração e de sprint que vêm acompanhados de 94 de agilidade, 91 de equilíbrio, 80 de resistência e 82 de reflexos, tudo números físicos bastante impressionantes. Se lhes juntares os 85 de drible, 82 de controlo de bola, 86 de efeito na bola, 77 de cruzamentos e 4 estrelas nos movimentos técnicos, percebes porque é tão cobiçado por tantos clubes europeus. Se tiveres orçamento para ele, aconselhamos que te despachas a comprá-lo porque o preço vai continuar a aumentar à medida que se aproxima dos 88 pontos de potencial geral.

Médio esquerdo: Matheus Pereira

São esperados grandes feitos da parte de Matheus Pereira pelo que não é surpresa alguma que a EA tenha dado ao jovem brasileiro do Sporting uns impressionantes 86 pontos de potencial geral no FIFA 17. O seu conjunto de stats fazem dele um prospecto interessante para o modo Carreira: Matheus Pereira tem bons números nos sítios certos, mas ainda é uma tela em branco à espera de ser pintada como bem entenderes. Os seus números físicos são excelentes: 86 pontos de aceleração, 84 de sprint, 88 de equilíbrio e 83 de agilidade. As 4 estrelas nos movimentos técnicos e 80 pontos de drible também fazem dele uma ameaça com a bola. Com 12 pontos para crescer, podes tornar Matheus Pereira naquilo que bem te apeteça, de médio playmaker ou avançado.

Avançado: Gonçalo Guedes

Como Gonçalo Guedes apenas foi transferido em Janeiro para o PSG, no modo carreira do FIFA 17 ainda o podemos encontrar no Benfico. Este jovem-promessa foi apelidado de "próximo Cristiano Ronaldo" no ano passado e, como tal, foi um dos melhores jovens-promessa do FIFA 16. As coisas mudaram um pouco com o FIFA 17: Gonçalo Guedes está agora na posição de médio ofensivo em vez de extremo e, embora o seu potencial tenha descido uns quantos pontos, continua a ser uma grande contratação para quem tenha orçamento para isso. Os 86 pontos de aceleração e 87 de sprint fazem dele uma séria ameaça na frente, especialmente devido aos 80 pontos de posicionamento. Os seus stats de remate estão todos nos 70 e muitos pontos pelo que não tens que temer em relação ao seu potencial geral relativamente baixo. Quando atingir os 85 pontos gerais será uma força mortífera no ataque, quer jogues com ele pelas alas ou pelo meio.

Striker: André Silva

A EA tem favorecido o jovem avançado do Porto nos últimos 2 anos e este ano não é excepção. No que toca aos stats, André Silva faz muitas coisas muito bem: é relativamente rápido, graças aos 78 pontos de aceleração e 85 de sprint, e tem 85 pontos de resistência. O resto das seus stats físicos e de remate estão na casa dos 70 e muitos pontos e, embora os seus passes precisem de ser trabalhados, as suas fundações são bem sólidas. Vai crescer de 78 pontos gerais para 86 nos próximos anos.

Para mais cobertura de videojogos, segue-nos no Twitter e no Facebook.

read more about
Next Story