10 sinais de que és viciado no FIFA Ultimate Team

Passas mais tempo a abrir packs do que na companhia de amigos? És capaz de estar viciado no FUT.
Marco Reus in FIFA Ultimate Team – if you're obsessed about unpacking him, you might just have a FUT addiction
'bora fazer uma equipa à volta de Reus. © EA
Por Adam Cook

O modo Ultimate Team é a jóia da coroa de FIFA. Horas e mais horas são gastas a percorrer o mercado de transferências em busca do jogador ideal para, mais tarde, boa parte da equipa ser vendida de forma a financiar o próximo grande prospecto.
Este modo pode ser viciante e, à medida que se misturam as linhas que separam o hobby da obsessão, surgem estes sinais de que estás viciado no FIFA Ultimate Team e que significam que, o melhor, é deixares de jogar durante uns tempos.

Trocas ocasiões especiais por cartas especiais

Já todos falhamos ocasiões especiais, mas, hoje em dia, é muito difícil arranjar desculpas quando tal acontece. Os telefones têm calendários e até os relógios já indicam se estamos atrasados ou se deveríamos estar noutro lado. Não, não estamos apenas a falar de faltar a reuniões para jogar FUT, mas falhar encontros, cafés com amigos, aniversários, casamentos ou outro tipo de festas porque preferes construir a tua Ultimate Team na Bundesliga em torno de Reus.

Cheiras pior do que um plantel inteiro

“Hoje não preciso de tomar banho”, dizes tu. “Como vou ficar em casa a jogar Ultimate Team, o Messi não me consegue cheirar através do ecrã por isso.” Pois.

Tens ataques de pânico se não abrires um pack todos os dias

A maioria das pessoas gosta de passear com a sua cara-metade ou passar tempo com os nossos filhos, mas os teus verdadeiros herdeiros são Suárez, Neymar e Messi. Se és viciado em Ultimate Team, passar tempo com a família não é um momento relaxante, mas antes stressante. Ficas inquieto, incapaz de te concentrar e começas a pensar se o que estás a sentir não são palpitações cardíacas.

FIFA Ultimate team player stats
Sempre a mexer no telemóvel para comprar um destes © EA

Não tens um telemóvel; tens um dispositivo de FUT portátil

Tal como acontece com toda a gente, o teu telemóvel é uma extensão de ti mesmo.
“O que se passa? Estás a rir-te de algo engraçado que viste no Twitter ou no 9gag?”, pergunta um amigo teu. Não, não estás. Estás a rir-te porque acabaste de comprar o Joe Allen por um grande preço. Não ligas patavina às apps de social media nem de produtividade; interessa apenas a app do FIFA Ultimate Team e uma mochila com powerbanks.

Adormeces ao lado do comando

Verdade seja dita, adormecer com um Dualshock nas mãos não é assim tão mau. Preocupante é quando o fazes com um Dualshock 4 numa mão, um comando da Xbox One na outra e duas televisões a brilharem no escuro às 3 da manhã. Porque não podes arriscar ter uma grande equipa apenas numa consola, não é?

Vais mais vezes ao médico do que o Mantorras

É normal que o teu patrão queira ter “uma palavrinha” contigo quando estás constantemente a faltar por estar doente ou porque tens de “ir ao médico”. Tossir e fingir que tens o nariz entupido ao telefone pode resultar uma ou duas vezes, mas usar esta desculpa para terminar mais um torneio é sinal de que precisas de ajuda.

FUT addict
O futebol real é "chato" ao pé do Ultimate Team © EA

Tens um comando suplente para quando um dá o berro

Todos temos uma bateria extra ou um segundo comando pronto a ser usado. Por vezes, é apenas uma questão de organização ou então jogas muito com amigos. Independentemente da razão, não temos nada contra isso. No entanto, ter três comandos, todos carregados e prontos a serem usados, com uma quarta bateria no carregador é um bocadinho demais.

Percebes mais sobre química entre jogadores do FUT do que entre pessoas

Não tens muitos encontros, mas quando tens, dizes à pessoa que tens uma carta do Hunter que te dá +15 de aceleração e +15 de posicionamento. Por isso mesmo é que os pouco encontros que tens acabam sempre com a outra pessoa a levantar-se e a ir-se embora.

Importas-te mais com o teu clube digital do que com o real

Quando eras miúdo, o teu pai levava-te aos jogos da equipa local. Os laços entre vocês eram reais e importantes e a equipa que apoiavam ficou para sempre no teu coração. O problema é que, por esta altura, já não sabes que equipa era essa porque, agora, vives para a “FusBaLL Raiders 12ty18” e deixaste de telefonar ao teu pai.

Estás a ler isto

Não é para sermos maus, mas se estás a ler isto é provável que já sejas um viciado no FIFA Ultimate Team. Viste o título e clicaste na esperança de encontrares aqui algo que indicasse que não eras um viciado no FUT, mas a verdade é que és. Caso contrário, como é que saberias tanto sobre FUT? Como é que saberias de cor os preços de transferências dos jogadores menos conhecidos?
Mas não temas: admitir que temos um problema é o primeiro passo para a cura por isso anda connosco e experimenta antes o modo The Journey que, ouvimos dizer, vai regressar no FIFA 18. Por falar nisso, há novidades sobre o Ultimate Team do FIFA 18? Oh.

Para mais cobertura de videojogos, segue-nos no Twitter e no Facebook.

read more about
Next Story