Ruben Faria com início cauteloso

Aos comandos da sua KTM Rally 450 Ruben realizou a primeira especial da prova de forma cautelosa.
Em ação © Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool
Por Equipa redbull.pt

Arrancou ontem a edição 2014 do Dakar. Aos comandos da sua KTM Rally 450 Ruben Faria realizou a primeira especial da prova, com 180 quilómetros de extensão, de forma cautelosa e sem correr riscos em demasia de forma a manter a sua posição como um dos principais candidatos a estar no pódio deste Dakar 2014.

Num dia longo que ligou a cidade argentina de Rosario a San Luis, com um longo percurso com pouco mais de 800 quilómetros, Ruben Faria optou por uma toada mais cautelosa pensando mais no dia de hoje ao invés da especial de ontem, pouco decisiva em termos de prova.

‘O percurso de hoje (ontem) era bastante sinuoso e de alguma forma pouco importante em termos de resultado final. Optei por uma toada um pouco mais cautelosa e a a pensar no dia de amanhã (hoje). É certo que o Dakar 2014 começou hoje mas esta especial pouco ou nada faz a diferença em termos de resultado final. O percurso era muito recortado, numa zona de serra, onde os erros poderiam ser prejudiciais a um bom resultado final. Depois da saída optei por acima de tudo acertar o meu ritmo e pensar numa boa posição de saída para o dia de amanhã (hoje) e penso que foi a melhor opção.’

Ruben fechou a primeira especial do Dakar 2014 na 12.ª posição da classificação geral, posição que será a sua no arranque para o dia de hoje, perdendo pouco mais de cinco minutos para o vencedor da etapa, minutos esses que podem ser facilmente anulados no dia de hoje numa etapa mais curta mas com o dobro dos quilómetros em especial.

Durante as verificações técnicas © Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool

Não me preocupei muito com esta primeira etapa, andei num ritmo cauteloso, sem cometer erros e esta 12.ª posição poderá ser importante para conseguir um bom resultado amanhã onde já vamos enfrentar as primeira dunas numa especial cronometrada com o dobro dos quilómetros daquela que tivemos hoje.

Hoje os pilotos enfrentam uma especial com 359 quilómetros de extensão, num dia em que terão que cumprir mais 365 de ligação entre San Luis e San Rafael, num primeiro contacto com as dunas e a areia neste Dakar 2014.

No final da jornada o piloto do Algarve tomou igualmente conhecimento do falecimento de Eusébio Ferreira da Silva, um dos expoentes máximos do desporto português, não deixando de transmitir o seu pesar pelo falecimento do ex-jogador de futebol.

O Eusébio era uma bandeira do desporto português e o seu falecimento marca o final de uma vida dedicada ao desporto. Não quero deixar de prestar a minha homenagem a um grande senhor do desporto nacional e mundial.

read more about
Next Story