Ruben Faria regressa ao top ten

Ao terceiro dia de etapas na Sardenha, o piloto algarvia coloca-se nos dez melhores.
Ruben Faria em ação
Por Equipa redbull.pt

Hoje foi a mais longa etapa da prova com os seus 400 quilómetros e na qual os pilotos enfrentaram dois sectores selectivos, o primeiro com 90 quilómetros e o segundo com um total de 122 quilómetros. Na ligação de Arbatax a San Leonardo os pilotos enfrentaram novamente um percurso muito exigente, mais ao gosto dos pilotos de enduro e menos confortável para os mais aptos ás provas tipicas de rally, como é o caso de Ruben Faria, que no entanto subiu mais uma posição e está agora no décimo posto da competição.

A Sardenha nunca foi mesmo a minha prova de eleição e novamente isso está claro. O percurso com muita pedra e endurista não é do meu agrado e com tanta navegação para fazer acabo por nunca conseguir imprimir a minha rapidez habitual. Por isso, e tal como aconteceu nos dias anteriores, não quero correr riscos desnecessários pois qualquer erro de navegação pode ser muito prejudicial em termos de classificação final.

Na primeira especial deste terceiro dia de competição Ruben foi o décimo na classificação, para na segunda especial do dia, a mais longa, conseguir o sexto melhor tempo ascendendo ao décimo posto da classificação geral a pouco mais de 30 minutos do líder. Num dia marcado por alguns erros de navegação e problemas técnicos no grupo da frente Faria conseguiu assim uma prestação final que o deixou satisfeito.

Problemas todos podemos ter. No primeiro dia fiquei sem travão traseiro na minha moto depois de um raio se ter soltado da moto e ter ficado preso na bomba de travão...são coisas que podem acontecer e nestas pistas com tanta pedra qualquer toque mais violento pode deixar a moto afectada. A navegação é complicada para todos e os erros acabam por surgir nas zonas mais fechadas e com muitos cruzamentos. Foi isso que procurei evitar ao longo do dia e acabei por tirar dividendos disso, ao mesmo tempo que não quis ‘castigar’ muito a moto pois esta é uma etapa maratona.

Por ser uma etapa maratona os pilotos não têm esta noite a presença das equipas técnicas no acampamento, terão que ser os próprios a fazer a manutenção das suas motos com meios mais reduzidos do que é habitual, o que pode deixar alguns em dificuldades no dia de amanhã, que vai levar a caravana até São Leonardo no fecho do penúltimo dia deste Sardegna Rally Race. No total os pilotos cumprem amanhã cerca de 300 quilómetros, com dois troços cronometrados de 56 e 60 quilómetros a marcarem a etapa.

read more about
Next Story