Dakar 2015: Walkner vence e Sainz sobe na tabela

Matthias Walkner deixa os rivais pelo caminho e os Peugeots têm um desempenho positivo na Etapa 3
Por Jonathan Campkin

A terceira etapa do Rali Dakar 2015, com partida em San Juan e chegada em Chilecito, pode ter sido mais curta e menos intensa do que a enorme etapa de segunda-feira, mas não houve tempo para apreciar a paisagem deslumbrante da Argentina.

 

Os carros e os camiões atacaram uns desafiadores 284 km da especial, enquanto que as motos e os quads enfrentaram uns particularmente complicados 220 km, ao longo de caminhos de pedras.

 

Vê o resumo do dia abaixo:

Matthias Walkner - Dakar 2015 Stage 3
Matthias Walkner - Dakar 2015 Etapa 3 © Red Bull Content Pool

Motos: Walkner vence e Coma ganha terreno


O estreante no Dakar, Matthias Walkner assinalou a sua crescente reputação com uma vitória de etapa apenas na sua terceira especial.


O austríaco acabou 40 segundos à frente do atual campeão Marc Coma, que subiu para a quarta posição na classificação geral após ganhar um minuto ao seu rival e atual líder Joan Barreda.


O espanhol chegou à meta em terceiro, fortalecendo ainda mais a sua posição como líder distanciando-se de Paulo Gonçalves.



Classificação da etapa três:

1. Matthias Walkner (KTM), 2h34'28 "
2. Marc Coma (KTM), + 00'40 "
3. Joan Barreda (Honda), + 01'53 "
4. Toby Price (KTM), + 02'45 "
5. Paulo Gonçalves (Honda), + 02'49 "

7. Ruben Faria (KTM), + 03'26 "

15. Hélder Rodrigues (Honda), + 07'01 "


Classificação geral provisória:

1. Joan Barreda (Honda), 9h43'05 "
2. Paulo Gonçalves (Honda), + 05'33 "
3. Matthias Walkner (KTM), + 10'33 "
4. Marc Coma (KTM), + 10'50 "
5. Ruben Faria (KTM), + 12'10 "

Carlos Sainz Dakar Rally Etapa 3
Carlos Sainz a deixar rasto de pó © Red Bull Content Pool

Carros: Terranova vence mas há progresso para os Peugeots


Argentino Orlando Terranova encantou os fãs locais com um desempenho fantástico,conquistando assim a sua segunda vitória de etapa na edição deste ano.


No entanto, ao contrário da sua outra vitória, o piloto argentino não precisou da penalização de tempo de um dos seus rivais, continuando o domínio dos Minis, chegando à meta quase dois minutos à frente do Toyota pilotado por Giniel de Villiers.


O estreante Yazeed Al-Rajhi também realizou uma exibição notável, terminando em terceiro lugar chegando pouco mais de três minutos depois de Terranova.


Classificação da etapa três:

1. Orlando Terranova (Mini) 2h57'28 "
2. Giniel de Villiers (Toyota) + 01'54 "
3. Yazeed Al-Rajhi (Toyota), + 02'52 "
4. Carlos Sainz (Peugeot), + 04'06 "
5. Nasser Al-Attiyah (Qatar Rally Team) + 04'18 "


Classificação geral provisória:

1. Nasser Al-Attiyah (Qatar Rally Team) 9h21'26 "
2. Giniel de Villiers (Toyota) + 05'18 "
3. Orlando Terranova (Toyota), + 18'05 "
4. Carlos Sainz (Peugeot) + 19'32 "
5. Yazeed Al-Rajhi (Toyota) + 20'08 "

A Team Peugeot Total começa a deixar a sua marca, com o vencedor da prova em 2010, Carlos Sainz, a concluir a etapa em quarto lugar, a apenas quatro minutos do vencedor da tirada.

O cinco vezes vencedor da categoria de carros no Dakar, Stephane Peterhansel também resolveu alguns problemas de segunda-feira e conseguiu chegar no sétimo posto ao volante do seu Peugeot 2008 DKR. Cyril Despres, o antigo piloto de motos da equipa Red Bull KTM, também parece estar a ganhar confiança com um forte décimo quarto lugar.

Eduard Nikolaev durante a terceira etapa
Eduard Nikolaev durante a terceira etapa © Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool

Camiões: Mardeev no controlo

 

Outra excelente exibição do piloto russo da Kamaz, Ilgizar Mardeev, levou-o até ao topo da classificação geral na categoria de camiões.


O piloto da Kamaz terminou quase dois minutos à frente de Andrey Karginov e quatro minutos e meio na frente de Gerard de Rooy, o que significa que a sua liderança na classificação geral foi alargada para oito minutos.


Classificação da etapa três:

1. Ilgizar Mardeev (Kamaz) 3h19'06 "
2. Andrey Karginov (Kamaz) + 01'51 "
3. Gerard de Rooy (Iveco) + 04'30 "
4. Ales Loprais (Man) + 07'00 "
5. Dmitry Sotnikov (Kamaz) + 07'32 "


Classificação geral provisória:

1. Airat Mardeev (Kamaz), 8h26'22''
2. Ales Loprais (MAN), +07'55''
3. Andrey Karginov (Kamaz), +07'58''
4. Eduard Nikolaev (Kamaz), +08'07''
5. Martin Kolomy (Tatra), +08'22''
 

Matthias Walkner:

Estou muito feliz com a forma com que disputei a corrida. Cometi um pequeno erro, mas ainda consegui ir mais rápido do que o Barreda, o que é positivo!
A parte mais difícil do rali ainda est por percorrer, embora a navegação vá ser, sem dúvida, o aspecto mais importante.

 

 

Etapa 4: Quarta, 7 de Janeiro

Chilecito - Copiapo

Conexão: 594 km, Especial: 315 km

Os competidores vão subir até cerca de 4,800 m antes de passarem pela fronteira do Chile até Paso San Francisco. No entanto, a seção mais díficil vem nos últimos 40 km, com as dunas gigantes, que serão um verdadeiro teste.

read more about
Next Story