H∆SHTAG$, sim ou não?

A série que desperta as questões certas sobre a influência digital na criação de subgéneros musicais
Por Equipa redbull.pt

"(sobre o Soundcloud) Constrói comunidades porque consegues, muito facilmente, encontrar pessoas com gostos semelhantes"

Bondax

"Como é que ainda não tinha visto isto?" Acima de tudo, H∆SHTAG$, é uma série documental que te vai colocar esta questão. E depois, enquanto vês o primeiro episódio, juntamente com Mount Kimbie, Miguel, Flying Lotus e TNGHT da família Red Bull Music Academy (e mais), vais colocar outras. Sobre a relação simbiótica da internet – e as listas do Youtube, os links do Soundcloud e os memes do Tumblr – com a música, na criação, promoção e globalização. E se categorizar estes sub-micro-géneros ajuda a chegar a música nova ou se estes conceitos levam a um preconceito e a passar à próxima.

A segunda temporada estreia a 21 de Fevereiro com uma nova vaga de etiquetas que nascem da cultura digital, grime, gqom, kawaii e o health goth, e uma premissa: o que acontece à música depois do hype da internet?

Até lá tens tempo para ver os primeiros episódios de H∆SHTAG$:

 

Episódio 1 | Don't Call It #AltR&B

Miguel, How To Dress Well, Jeremy 'Zodiac' Rose, Rochelle Jordan, KLSH, BadBadNotGood e jornalistas e bloggers como Melissa Bradshaw (The Quietus), Erik Kirtley (Indie R&B) e Alex Macpherson (The Guardian), partilham visões e opiniões sobre o lado mais alternativo do R&B e discutem a pertinência desta categorização. 

"A sonoridade do R&B tinha de evoluir"

Miguel

Episódio 2 | Don't Call It #PostDubstep

Como disciplina em constante evolução, o dubstep, mas também o garage e o bass, permitem uma reflexão sobre a forma como amadureceram na época digital. Uma conversa entre Mount Kimbie, Praveen Sharma, Machinedrum (Sepalcure), Bondax, Deadboy, Dave Hayes (Soundcloud), Thristian (Boiler Room), Tom Lea (FACT Magazine) e Andrew Ryce (Resident Advisor). 

"(no Post Dubstep) há uma tendência underground"

Thristian (Boiler Room)

Episódio 3 | Don't Call It #CloudRap

Entra na micro cultura deste rap etéreo, hipnótico, quase surreal e quase new age, com Main Attrakionz, Flatbush Zombies, Robb Bank$, SpaceGhostPurrp, Piff Gang, Femi Obasaju (Okayplayer) e Lily Mercer (Rinse FM).

"Não acho que a internet esteja a destruir regiões, mas acho que está a fracturá-las, definitivamente"

Lily Mercer

Episódio 4 | Don't Call It #Beats

O participante da Red Bull Music Academy Flying Lotus, Hudson Mohawke, Lunice, The Gaslamp Killer, Shlohmo, Benji B, Dorian Concept, XXYYXX e o editor da XLR8R, Shawn Reynaldo.

"A minha definição da música beat é tão solta quanto a própria música beat possa ser"

Flying Lotus

Episódio 5 | Don't Call It #Tumblrwave

O Tumblr ofereceu e oferece o ecossistema perfeito para a expressão destes artistas. Ao ponto de criar subgéneros como tumblrwave ou seapunk. E por falar nisso, Zombelle e Ultrademon, os fundadores do seapunk, Le1f, Kilo Kish, Daniel Dodecahedron (BlackBlackGold/GucciGoth), Milly McMahon (i-D Magazine) e Nate Auerbach (Tumblr) fazem parte desta conversa visual.

"Não queremos ser vistos como 'adolescentes no quarto a tentar fazer web art'"

Zombelle  

Episódio 6 | Don't Call It #BlogPop

AlunaGeorge, Charli XCX, Katy B (Red Bull Music Academy 2010), Teengirl Fantasy, Blood Diamonds e a jornalista Ruth Saxelby (Dummy) falam sobre um tema que não acaba, a evolução da pop e da cultura colaborativa que faz surgir a música que nasce dos blogs. 

"Sempre existiram os ‘diggers’ e as pessoas que passam horas à procura de coisas nas lojas de discos. E, se calhar, eles apenas evoluíram para a era digital"

Katy B 

redbullmusicacademy.com
#rbma
 

"Estás a tirar samples de cultura pop e a criar uma nova cultura"

Nate Auerbach
read more about
Next Story