7 dos drops mais incríveis de sempre

Lembras-te do quão nervoso estavas quando dropaste pela 1ª vez num quarterpipe?
Tábua de Joey Brezinski
Tábua de Joey Brezinski © Sean Cronan
Por Fabian Lang (Adaptado pela Equipa redbull.pt)

 

A primeira vez que colocas o tail do skate no coping e te inclinas para a frente até as rodas da frente ficarem em contacto com a superfície de um quarterpipe, é um momento crucial na vida de um skater.

Para além do teu primeiro ollie, este é um dos maiores desafios que enfrentas para poderes ser um skater. Comparativamente a outras manobras, o dropar exige uma grande dose de coragem e commitment, pois há sempre o risco de caíres.

É um movimento simples mas que envolve bastantes sentimentos contraditórios quando te inclinas para a frente, ou para trás, pois é um momento que parece demorar uma eternidade. Ainda assim, tudo vale a pena quando te apercebes que já estás a rolar.

As coisas mais simples e bonitas são muitas vezes aquelas que mais seduzem os skaters. Razão pela qual estes 7 drops merecem ser revisitados. Muito provavelmente, nunca pensaste que houvesse alguém com coragem para os fazer.

 

1. Alex Sorgente - Bomb Drop

 

Alex Sorgente - Bomb Drop
Alex Sorgente - Bomb Drop © lichtbildstelle.de

No verão passado, Alex Sorgente, Milton Martinez e Jan Hoffmann foram skatar no parque aquático Aquaventure, Atlantis The Palm, no Dubai. Uma experiência inesquecível onde os skaters atacaram as diversões do parque, que estavam sem água. Esta foi uma das coisas mais loucas num dia repleto de skate de alto risco. 

Houve alguma ansiedade devido à hipótese de ocorrência de quedas, mas, felizmente não aconteceram. As tábuas perdidas apenas tornavam a viagem até aos tanques da piscina um pouco maiores.

 


2. Phil Zwijsen – Ollie In

 

Phil Zwijsen – Ollie Drop-in, Perú
Phil Zwijsen – Ollie Drop-in, Perú © Kevin Metallier

No mundo do skate, as pontes são um local normalmente utilizado para os skaters se abrigarem da chuva e, também, servem como spot devido aos pilares no formato de quarterpipe. No entanto, subir até ao topo de uma destas estruturas construídas com o intuito de facilitar a conexão entre duas margens separadas é todo um outro nível de loucura. Após este drop alucinante, Phil Zwijsen ainda meteu um ollie para a viga estreita, que deixava uma margem de erro muito reduzida para o skater.


3. Ryan Sheckler – Drop In

 

 

Ryan Sheckler – Drop In
Ryan Sheckler – Drop In © David Broach

 

Ryan Sheckler é um verdadeiro empreendedor quando se trata de skatar em obstáculos enormes e, até, algo bizarros. Nesta imagem presente no vídeo da Plan B, TRUE, Sheckler subiu até ao topo de um monumento metálico bastante estranho.

"Isto é complicado!", disse Ryan quando tentava encontrar o equilíbrio na plataforma quase inexistente e segundos antes de arrancar a toda a velocidade. Não tentes isto em casa... Ou quando fores a Barcelona!

 


4. Madars Apse – Tail Drop
 

 

Madars Apse - Drop In
Madars Apse - Drop In © Gaston Francisco

O letão Madars Apse não é nenhum estranho no que toca a processos criativos. Se lhe mostrares um spot que pareça praticamente impossível de skatar, Apse vai tentar dar a volta e impressionar-te de alguma forma. Um destes casos é este bank enorme que foi encontrado com o Google Earth numa trip a Alicante, em Espanha. O drop é pesado, pelo que tens de descer devegar. Madars optou por um drop clássico.


5. Alex Sorgente – MegaRamp
 

 

Alex Sorgente
Alex Sorgente © Christian Pondella

Concebido e estreado pelo lendário Danny Way em 2003, a MegaRamp é o que separa os homens dos miúdos. Se já dominaste a técnica do drop, teoricamente não há razão para não entrares neste monstro. Só um possível medo de alturas, falta de rampas disponíveis perto da tua casa ou as velocidades altíssimas que atinges. Não admira que só alguns dos melhores tenham entrado numa destas rampas que quase te levam ao céu!


6. Tom Remillard – Drop In
 

 

Tom Remillard – Drop In
Tom Remillard – Drop In © Roberto Alegria

Esta manobra até parece bastante casual, tirando o facto de Tom Remillard estar parado no topo de uma parede vertical e não uma rampa de skate. Tecnicamente, este drop não é diferente de um num quarterpipe. Só não tem é aquela zona de transição, pelo que aqui que tens de controlar o impacto até chegares ao chão. Esta é das coisas mais cool no skate: mesmo com mais de 50 anos de história, há sempre uma nova abordagem possível, mesmo nas manobras mais simples.


7. David Gonzalez – Switch Drop In
 

 

David Gonzales – Switch Drop In
David Gonzales – Switch Drop In © Thomas Gentsch

O famoso spot de Kultuforum, em Berlim, dá cem diferentes possibilidades de utilização aos skaters. Há ledges, corrimões, escadas, souble sets, blocos grandes, blocos pequenos e este bank no qual não consegues deixar de reparar. Com cerca de 15m de altura e muito vertical, geralmente os skaters só usam a parte de baixo. Até agora, só uma mão cheia de skaters subiu até ao topo do obstáculo, ganhando imensa velocidade no fim da descida. David Gonzalez ganhou coragem e lá mandou a sua candidatura para o drop mais louco de sempre.

read more about
Next Story