Japão conquista a América

40 mil seguiram as emoções no regresso da Red Bull Air Race a San Diego
Por Equipa redbull.pt

Oito anos depois da última corrida, San Diego voltou a receber no último fim-de-semana (15 e 16 abril) a Red Bull Air Race World Championship. Apesar do esforço dos pilotos da casa, com destaque para o lendário Kirby Chambliss, o domínio acabou nas mãos de Yoshihide Muroya. O pódio ficou completo com o esloveno Podlunsek – que nunca tinha chegado tão longe – e o defensor do título Matthias Dolderer.

Foi uma corrida imprópria para cardíacos, a disputada este fim-de-semana (15 e 16 abril) sobre as águas do Pacífico, no regresso da Red Bull Air Race World Champioship a San Diego – onde os aviões não competiam desde 2009. Com boas condições – sol e vento moderado - mais de 40 mil espectadores acompanharam toda a ação nas margens, torcendo pelos seus heróis locais, os veteranos Michael Goulian e Kirby Chambliss.

Num crescendo de ação que começou sexta-feira com os Treinos Livres, prosseguiu sábado com as Qualificações e teve a sua conclusão domingo com as várias fases da Corrida (Ronda 14, Ronda de 8 e Final 4), esta foi uma jornada verdadeiramente surpreendente – sobretudo quando comparamos os resultados com a etapa de abertura da época, disputada em fevereiro passado em Abu Dhabi. Seis pilotos diferentes a ocuparem os lugares do pódio nas duas corridas provam isso mesmo, com Yoshihide Muroya a renascer das cinzas depois de um arranque dececionante nos Emirados Árabes Unidos. Em San Diego o japonês destacou-se pela sua consistência e regularidade num traçado que foi considerado particularmente exigente: só no dia das Qualificações foram abaixo 21 pórticos insufláveis!

Muroya conquistou nos Estados Unidos a segunda vitória da sua carreira, a primeira tinha acontecido no ano passado em casa (Chiba), uma prestação que o coloca em segundo lugar do campeonato e pela primeira vez na posição de candidato ao título mundial:

Sinto-me muito feliz. Passámos um mau bocado na abertura da época em Abu Dhabi, mas temos trabalhado intensamente nos últimos meses. Agora atingimos a estabilidade e consistência necessárias. A próxima corrida vai ser no Japão, por isso foi muito importante vencer aqui antes de disputar essa etapa em casa. Sei que a pressão vai ser muita.

Yoshihide Muroya

O esloveno Peter Podlunsek fez também sensação em San Diego, ao chegar pela primeira vez a uma grande final, conquistando o primeiro pódio da sua carreira. O bronze foi para o defensor do título mundial, o alemão Matthias Dolderer, que começou bem, mas deitou tudo a perder na final, depois de receber uma penalização por deitar a baixo um pórtico insuflável. A grande esperança local – o Bi-Campeão do Mundo Chambliss – também foi penalizado na final e não conseguiu ir além do quarto lugar.

Na Challenger Class, a categoria de formação da Red Bull Air Race, o resultado foi algo previsível – com o alemão Florian Bergér (Campeão da Challenger Cup em 2016) a dominar.

Nas contas do campeonato, o checo Martin Sonka ainda está na frente, apesar do desaire em San Diego (não passou da Ronda de 8).

A próxima corrida viaja até ao Japão (Chiba), nos dias 3 e 4 de junho.

A época de 2017 da Red Bull Air Race World Championship é composta por 8 corridas, regressando a Portugal nos dias 2 e 3 de setembro.

Toda a ação em San Diego pode ser revista na Red Bull TV

Martin Sonka
Martin Sonka © Joerg Mitter | Red Bull Content Pool

Mais informações em:
www.redbullairrace.com
www.redbull.tv

 

RED BULL AIR RACE 2017

CALENDÁRIO

Emiratos Árabes Unidos Abu Dhabi | 10 e 11 fevereiro
Estados Unidos da América San Diego | 15 e 16 abril
Japão Chiba | 3 e 4 junho
Hungria Budapeste | 1 e 2 julho
Rússia Kazan | 22 e 23 julho
Portugal Porto | 2 e 3 setembro
Alemanha Lausitzring | 16 e 17 setembro
Estados Unidos da América Indianápolis | 14 e 15 outubro
 

CLASSIFICAÇÃO - SAN DIEGO

MASTER CLASS
1º Yoshihide Muroya - Japão
2º Peter Podlunsek - Eslovénia
3º Matthias Dolderer - Alemanha
4º Kirby Chambliss - EUA
5º Martin Sonka - República Checa
6º Petr Kopfstein - República Checa
7º Nicolas Ivanoff - França
8º Michael Goulian - EUA
9º Matt Hall - Austrália
10º Pete McLeod - Canadá

CHALLENGER CLASS
1º Florian Berger - Alemanha
2º Kevin Coleman - EUA
3º Luke Czepiela - Polónia
4º Daniel Genevey - Hungria
5º Baptiste Vignes - França


CLASSIFICAÇÕES APÓS 2 ETAPAS

MASTER CLASS
1º Martin Sonka - República Checa: 21 pontos
2º Matthias Dolderer - Alemanha: 16 pontos
3º Yoshihide Muroya - Japão: 15 pontos
4º Juan Velarde - Espanha: 12 pontos
5º Peter Podlunsek - Eslovénia: 12 pontos
6º Pete McLeod - Canadá: 10 pontos
7º Nicolas Ivanoff - França: 10 pontos
8º Michael Goulian - EUA: 8 pontos
9º Kirby Chambliss - EUA: 7 pontos
10º Petr Kopfstein - República Checa: 5 pontos

CHALLENGER CLASS
1º Florian Berger - Alemanha: 18 pontos
2º Daniel Ryfa - Suécia: 10 pontos
3º Kevin Coleman - EUA: 10 pontos
4º Luke Czepiela - Polónia: 6 pontos
5º Mélanie Astles - França: 6 pontos
6º Daniel Genevey- Hungria: 4 pontos

 

PILOTOS

MASTER CLASS
Cristian Bolton - Chile
Mikael Brageot - França
Kirby Chambliss - Estados Unidos da América
Matthias Dolderer - Alemanha
Michael Goulian - Estados Unidos da América
Matt Hall - Austrália
Nicolas Ivanoff - França
Petr Kopfstein - República Checa
François Le Vot - França
Pete McLeod - Canadá
Yoshihide Moroya - Japão
Peter Podlunsek - Eslovénia
Martin Sonka - República Checa
Juan Velarde - Espanha

CHALLENGER CLASS
Mélanie Astles - França
Florian Berger - Alemanha
Kenny Chiang - China
Kevin Coleman - Estados Unidos da América
Luke Czepiela - Polónia
Daniel Genevey - Hungria
Ben Murphy - Reino Unido
Daniel Ryfa - Suécia
Baptiste Vignes - França
 

read more about
Next Story