Sobrevoando o Tahiti
© Ryan Miller
Surf

10 dicas para se tornar um surfista melhor

Nada de "flexione os joelhos" - aqui estão algumas maneiras para ficar mais satisfeito com seu surf.
Escrito por Brian Roddy e Luiz Henrique Escopelli
Publicado em
Você quer se tornar um surfista melhor. Seu melhor amigo também, e um profissional como Jamie O'Brien também. Sabemos que a busca pela evolução é insaciável e que, na maioria das vezes em que você pensa em alcançar o próximo nível, foca na parte técnica. Mas, hoje, não estamos aqui para explicar como completar um aéreo reverse ou controlar a curva durante um cutback. Entre surfar bem e ser um bom surfista existe uma diferença, e ela é maior do que você imagina.
Nas dicas abaixo você não vai ler sobre flexionar os joelhos durante a cavada. Vamos falar sobre como tornar sua experiência no surf mais prazerosa e, consequentemente, se transformar em um surfista mais feliz e satisfeito. Por exemplo:

1. Compre uma prancha por impulso

O impulso é, quase sempre, fruto da paixão por alguma coisa. Então por que não deixar que ele guie suas ações de vez em quando? Isso é ainda mais válido quando sua paixão é surf e seu impulso diz para que você se dê um presente como uma quadriquilha ou um quiver daquele shaper que você sempre sonhou em experimentar. Afinal, dívidas de cartão de crédito são só um estado de espírito...

2. Comece a retribuir

Elogios, um pedaço de parafina, uma onda da série ou um long john usado, pouco importa. Dar algo para alguém traz um sentimento de grandez e preenchimento. Dõe o que você tem em excesso - alegria, atenção, equipamentos, preferência no line up - e seja mais feliz consigo mesmo e com seu surf.

3. Seja mais ecológico

A destruição do meio ambiente é um grande paradoxo no surf atualmente, simplesmente pelo fato de o esporte ser realizado, literalmente, na natureza e somente nela. No entanto, nosso principal equipamento é extremamente nocivo à várias espécies de animais e ecossistemas. O melhor a fazer, já que não vamos parar de surfar, é compensar o estrago. Procure por produtos menos agressivos, recolha seu lixo, conscientize seus amigos, recicle e procure dar um destino adequado à suas pranchas usadas.

4. Viaje um pouco

Nada como estar em casa, certo? Melhor que isso, só estar em um paraíso que você nunca tinha visitado antes. Viajar é bom. Embarque em um avião e conte aos seus amigos sobre as direitas de Jeffrey's Bay ou sobre os tubos do México. Descreva o frio do Chile ou o peso das ondas do North Shore. Pouco importa, desde que você se coloque em movimento de vez em quando.

5. Vista-se de acordo

Estamos brincando. Não seja o cara que veste calção de surf durante um jantar de família. Além do mais, vestuário não tem nada a ver com a conexão de alguém com o surf.

6. Preste atenção

Observe, olhe, encontre, consuma, absorva. Você tem que permanecer ligado à evolução do esporte em todos os sentidos. A boa notícia é que você está no caminho certo, já que está lendo isso.

7. Aprenda a ler as previsões das ondas

Nós vivemos em um tempo no qual qualquer tipo de informação está sempre ao alcance dos dedos. Isso é ótimo, mas, com isso, ficamos acostumados a esquecer fácil. Quem quer aprender a ler um gráfico quando só precisa ler o resumo para os próximos 14 dias feito por outra pessoa? Você.

8. Vá procurar

Surf nunca deve ser encarado como uma tarefa. Portanto, você nunca deve optar pela forma mais fácil de praticá-lo. Surfar deve ser uma diversão, uma aventura, e você deve tratá-lo como tal. Vá procurar o melhor pico, e se você não souber onde ir, provavelmente deveria estar excercitando mais o item nº 7.

9. Tente de tudo

Seja uma prancha esquisita ou uma manobra que você nunca imaginou ser capaz completar, tente. Parar no tempo pode ser fatal e a evolução só vem acompanhada da experiência.

10. Pare de se preocupar

Tubarões? O oceano é o habitat natural deles, não o nosso. Afogamento? É um belo jeito de partir, ainda mais se for durante uma sessão de surf. Prancha quebrada? Hora de comprar uma nova (veja o item nº 1). O fato é que há coisas que fogem do nosso controle. Aceite isso, porque qualquer outro tipo de pensamento vai interferir na sua diversão. Agora, nem por isso você precisa surfar sozinho em um pico infestado por tubarões brancos...