MTB

Ulan Galinski: ele é o futuro do mountain bike nacional

© Michele Mondini
Pupilo de Henrique Avancini busca este mês seu primeiro título brasileiro
Escrito por Andre T. PivaPublicado em
Ulan Bastos Galinski é baiano, filho de uma brasileira e um francês, e nascido há 21 anos em Palmeiras, cidade no coração da Chapada Diamantina. Ulan está na linha de frente da nova geração de ciclistas brasileiros que buscam a elite do esporte e poderá ser visto nesta sexta (30) e sábado (31), no Campeonato Brasileiro de Mountain Bike, em Mairiporã (SP). O evento tem transmissão ao vivo na Red Bull TV das provas de short track e cross country olímpico.
Ulan Galisnki em ação
Ulan Galisnki em ação
Ulan começou cedo no esporte, instigado pelo movimento dos pais, Maryanne Bastos e Jean Paul Galinski, que são donos do Circo do Capão, espaço cultural no santuário ecológico onde fica Palmeiras. A bicicleta surgiu de forma natural, já que ele nasceu e cresceu em um dos mais belos cartões postais do Brasil e com bons espaços para a prática do ciclismo. "O Vale do Capão tem trilhas típicas para a prática do mountain bike, com muitas pedras. É excelente para desenvolver a técnica da modalidade", afirma.
Ainda adolescente, em 2014, Ulan assistiu à Ultramaratona de Mountain Bike Brasil Ride, que passou pela sua região. Ali foi fisgado de vez pelas duas rodas. "Eu estava iniciando no esporte, fui pedalando até a cidade de Mucugê para ver o campeonato. A grandeza daquele evento me impressionou e foi a primeira vez que meus olhos brilharam nesse esporte. Ali percebi que dava para se viver do esporte e passei a sonhar em ser um ciclista profissional", diz Ulan, que teve naquele momento o seu primeiro encontro com Henrique Avancini, de quem tornou-se pupilo.

Top 15 no Mundial

Ulan agradece pelo ótimo resultado no Mundial de MTB 2020
Ulan agradece pelo ótimo resultado no Mundial de MTB 2020
Em 2020, passados cinco anos daquele dia na Chapada Diamantina, Ulan desembarcou na Áustria para estrear no Campeonato Mundial de MTB, disputado em Leogang sob difíceis condições de lama e de frio. E Ulan brilhou: terminou em 14° lugar entre os atletas sub-23, melhor resultado de um brasileiro na história da categoria.
"A prova era dura, é algo que eu gosto, porque vai de acordo com as minhas características de atleta", diz Ulan, que sabe que tem potencial para ir além. "Foi abaixo do que mentalizei no processo de preparação pra corrida, acredito que faltou experiência e adaptação em corridas desse nível. Algo muito nítido pra mim foi a importância de correr com a cabeça vazia, sem criar tantas expectativas, e se prender a resultados, ter calma e fazer a corrida limpa, sem erros".

Novo Avancini?

Avancini celebra vitória na CIMTB Araxá, com Ulan em terceiro
Avancini celebra vitória na CIMTB Araxá, com Ulan em terceiro
Com a Brasil Ride no quintal de casa, ciclistas locais ganharam notoriedade, como Alexandre Arthur e Anilson Marques, campeões baianos que inspiraram a carreira de Ulan. Além, é claro, da admiração pelo mestre e agora número 1 do mundo, Henrique Avancini. Mas Ulan alerta: "Não me vejo como um 'futuro Avancini'. É muito especial pra mim ter o Henrique como mentor, ele sempre fará parte da minha história. Mas quero construir o meu legado", diz Ulan que sonha alto: quem sabe disputar a Olimpíada de 2024, em Paris, onde nasceu seu pai.
Não me vejo como futuro Avancini, quero construir o meu próprio legado
Ulan Galinski
"Um grande sonho é ganhar o título brasileiro. Me sinto preparado pra esse objetivo, porém não quero criar expectativas", diz Ulan, vice-campeão brasileiro de 2019, que disputará o título nacional desse ano no short track (XCC), na sexta-feira (30) e, cross country olímpico (XCO), no sábado (31).

Mentoria Avancini

Caloi Team 2020 com mentoria de Henrique Avancini
Caloi Team 2020 com mentoria de Henrique Avancini
"O Ulan é muito autocrítico, uma característica importante pra um atleta de alto rendimento. Ele ainda tem muito a aprender, é um atleta imaturo e vejo com bons olhos, porque ele reconhece isso, ele trabalha pra se desenvolver", diz Henrique. "A gente que trabalha com ele vê performances que chamam a atenção, mas sei que ele ainda está muito longe do melhor nível que ele vai alcançar na carreira", afirma o número 1 do ranking mundial.
O Ulan vai crescer muito ainda na carreira e os resultados nas pistas vão refletir isso
Henrique Avancini
Henrique Avancini
MTB
Ulan treina em Petrópolis (RJ) no Centro de excelência criado por Avancini
Ulan treina em Petrópolis (RJ) no Centro de excelência criado por Avancini
“Construir atletas sob princípios consolidados possibilita o desenvolvimento cultural do esporte e da bicicleta como um todo. São poucas equipes no Mundo que operam neste nível", afirma Henrique Avancini. O pai do líder do ranking, Ruy, é quem comanda toda a estrutura das equipes Caloi Team e Cannondale Brasil Racing, algo que vem sendo gestado desde 2015, quando foi criado o AVA Project. A estrutura fica em Petrópolis e é formada por profissionais de educação física, fisioterapia, psicologia, nutrição, engenharia e mecânica.
Ulan Galinski ao centro, ao lado de Henrique Avancini e Eduardo Rocha
Ulan Galinski ao centro, ao lado de Henrique Avancini e Eduardo Rocha
Baixe o app da Red Bull TV e tenha acesso a todos os nossos vídeos! Disponível na App Store e na Play Store.