Henrique Avancini com o número 1 na Copa do Mundo de MTB
© Bartek Wolinski
MTB

Como Henrique Avancini virou número 1 do mundo no MTB

A trilha do maior ciclista da história do Brasil
Escrito por Andre T. Piva e Rajiv Desai, com adaptação de Ricardo Gomes
4 min de leituraAtualizado em
Parte desta história

Copa do Mundo de Mountain Bike

Pela primeira vez na história da competição, não …

Henrique Avancini

Número 1 do mundo no MTB cross country

BrasilBrasil

Until 18

Veja como eles decidiram transformar sua paixão …

2 Temporadas · 15 episódios
Henrique Avancini é um grande competidor, fato. Quando entra na disputa da Copa do Mundo de Mountain Bike, ele deixa todas as distrações de lado e concentra as suas forças na trilha até o pódio. Frequentemente, você verá que ele assume a responsabilidade de liderar corridas, posição em que se sente confortável como poucos no circuito.
No Brasil, Henrique ocupa a cabeceira entre os melhores. Em 2020, tornou-se o primeiro ciclista do país a vencer uma etapa de cross country (XCO) na Copa do Mundo de MTB. Isso aconteceu em outubro, em Nové Mesto, na República Tcheca. Recompensa merecida a um atleta que se dedica a ser impecável sempre.
Henrique Avancini deu o primeiro ouro ao Brasil em uma Copa do Mundo de MTB
Henrique Avancini deu o primeiro ouro ao Brasil em uma Copa do Mundo de MTB
No formato de short track (XCC), Henrique Avancini tem três vitórias no circuito. O campeão mundial da Maratona Mountain Bike (2018) e 17 vezes campeão brasileiro entra em 2021 como o corredor de cross country número 1 no ranking mundial vindo de um país sem histórico de grandes resultados na elite da modalidade. É um fora-de-série.
Em sua segunda participação em Olimpíada - esteve no Rio, em 2016 -, Avancini fechou a prova disputada na cidade de Izu na 13ª colocação. Essa é o melhor resultado do Brasil na história do evento.
Nascido pra pedalar
Avancini nasceu para andar de bicicleta. Seu pai era dono de uma loja de bicicletas e foi fundamental para que ele começasse a pedalar aos 8 anos. Porém, sua primeira experiência sobre duas rodas não foi feliz, como revela Carol Avancini, irmã de Henrique e sua fisioterapeuta desde 2015.
Henrique Avancini e a irmã Carol posam com suas bikes
Henrique Avancini e a irmã Carol posam com suas bikes
"Aprendi a andar de bicicleta com meu pai e queria passar meus conhecimentos para o Henrique", explica Carol. "Foi quase um desastre. Na primeira tentativa, deixei ele tentar sozinho, mas esqueci de ensiná-lo a usar o freio e ele acabou em uma roseira."
Avancini não deixou que esse pequeno acidente virasse um bicho de sete cabeças e logo voltou a montar na sua bike. Foi o início da jornada que terminaria apenas com a conquista do mundo.
Henrique Avancini competindo em 2003, aos 13 anos
Henrique Avancini competindo em 2003, aos 13 anos
"Aquele incidente não o impediu de subir na bicicleta e tentar andar de novo. Nossa família sempre se uniu para apoiá-lo. Para ajudar no que ele precisa, seja em uma dieta especial, consultas ou massagens. Acho que sem essa rede de apoio, talvez ele não tivesse ido tão longe", acrescenta Carol.
Tornando-se um profissional
Avancini rapidamente encontrou o equilíbrio como ciclista e reservou seus esforços nas competições de mountain bike. Ele fez a sua estreia como júnior na competição de cross country do Campeonato Mundial de 2007. Mais tarde, seguiu para corridas de sub-23 enquanto corria na Europa com a equipe de ciclismo ISD.
Avancini vestindo a camisa da equipe ISD Cycling, em 2009
Avancini vestindo a camisa da equipe ISD Cycling, em 2009
Em 2013, retornou ao Brasil para pedalar com a fabricante nacional de bicicletas Caloi, antes que seu talento fosse reconhecido por uma grande equipe comercial na Cannondale Factory Racing, em 2015. E foi justamente na Cannondale que Henrique atingiu o ponto mais alto da carreira.
Trabalho duro e sacrifício
Carol acredita que o próprio Avancini provavelmente nunca acreditou que era um atleta de alto nível e com um talento nato. Uma das grande virtudes do ciclista é que ele está continuamente ultrapassando seus limites e reavaliando do que é capaz.
"Saber desistir de coisas faz parte da nossa história e acredito que ele aprendeu muito em casa. Teve que abrir mão de feriados, festas de aniversário, viagens com os amigos e até dormir para chegar onde está hoje", conta Carol. "Não é nenhuma surpresa para mim que ele terá ainda mais sucesso. Quando ele ganha, todos nós ganhamos porque sonhamos os seus sonhos."
Avancini está cada vez melhor. Os adversários que se cuidem
Avancini está cada vez melhor. Os adversários que se cuidem
Determinação de aço
Quando se trata de corridas, Avancini está sempre pronto pro jogo. Ele é agressivo, assume riscos e pedala com paixão. É por isso que a sua legião de fãs dentro e fora do Brasil só cresce.
Avancini sabe que os níveis de trabalho árduo não podem cair. Este atleta profundamente analítico passa tempo olhando para trás em suas corridas para ver onde ele pode melhorar e é essa atenção aos detalhes que o fez dar passos em frente ano após ano. Tendo agora tirado o peso das costas com aquela primeira vitória na Copa do Mundo, mentalmente ele nunca esteve em um lugar melhor.
Para ver Henrique Avancini em ação, acompanhe ao vivo todas as etapas da Copa do Mundo de Mountain Bike, com transmissão em português na Red Bull TV.

Time de Ouro

🏅 Henrique Avancini faz parte do Time de Ouro, uma seleção de atletas que brilharam no Japão. Conheça estes homens e mulheres.
+ Assista ao episódio da série Until 18: O Momento da Decisão, em que Henrique Avancini conta como decidiu tornar-se atleta e largar a faculdade de direito.
MTB · 7 min
Henrique Avancini
Baixe agora o app da Red Bull TV e tenha acesso a vídeos, filmes e séries!
Publicado em
Parte desta história

Copa do Mundo de Mountain Bike

Pela primeira vez na história da competição, não …

Henrique Avancini

Número 1 do mundo no MTB cross country

BrasilBrasil

Until 18

Veja como eles decidiram transformar sua paixão …

2 Temporadas · 15 episódios