Leony no Rio de Janeiro
© Little Shao / Red Bull Content Pool
Breaking

Crew dos sonhos: conheça 10 dos melhores B-Boys do mundo

Os caras se destacam na cena mundial com movimentos e performances originais
Escrito por FraGue Moser-Kindler, com adapatção de Mariana Lajolo
8 min de leituraAtualizado em
No mundo do breaking, os movimentos têm ritmo de estilo ao mesmo tempo em que desafiam a gravidade. Por trás dessas performances incríveis estão B-Boys que se dedicam a elevar cada vez mais o patamar da modalidade.
Esses 10 nomes já marcaram a história do breaking e ainda têm muito mais pra mostrar. Conheça B-Boys que estão mandando nas competições pelo mundo.
01

🇧🇷 Leony

B-Boy Leony durante a Final Nacional do Red Bull BC One Brazil 2023

B-Boy Leony durante a Final Nacional do Red Bull BC One Brazil 2023

© Little Shao / Red Bull Content Pool

  • Crew: Amazon Crew
  • País: Brasil
  • Início da carreira: 2008
  • Cinco vezes campeão do Red Bull BC One Brazil
Nascido no Pará, Leony começou a dançar aos 12 anos, depois de ver garotos fazendo movimentos numa praça em Belém. Aos 15, fez sua primeira viagem internacional, pra França, e decidiu que seguiria a carreira de B-Boy. No ano seguinte, Leony foi indicado por sua crew pro documentário Red Bull Under My Wing, organizado pelo lendário B-Boy Pelezinho. E, aos 17, já conquistou seu primeiro título do Red Bull BC One Brazil -— feito que repetiu em 2016, 2017, 2022 e 2023. Reconhecido pela originalidade e presença de palco, Leony busca inspiração nos ritmos e na cultura do Norte pra criar movimentos únicos. É o único B-Boy duas vezes campeão da Last Chance Cypher (repescagem que dá vaga na Final Mundial do Red Bull BC One).
02

🇦🇹 Lil Zoo

Lil Zoo dançando nas ruas da Itália

Lil Zoo dançando nas ruas da Itália

© Mauro Puccini / Red Bull Content Pool

  • Crews: El Mouwahidin e Red Bull BC One All Stars
  • País: Áustria
  • Início da carreira: 2008
  • Campeão mundial do Red Bull BC One em 2018
Nascido no Marrocos e naturalizado austríaco, Lil Zoo é conhecido pelo estilo dinâmico, pelos combos explosivos e pelas acrobacias audaciosas. Foi o primeiro B-Boy africano a ganhar reconhecimento internacional. Lil Zoo começou aos 14 anos aprendendo com o B-Boy Yoriyas, da crew Lhiba Kingzoo. Uma de suas primeiras vitórias importantes foi no Red Bull BC One Middle East Africa, em 2012. O B-Boy mudou pra Áustria e viu sua carreira dar um novo salto com conquistas como a competição solo Battle In Taoyuan 2018, em Taiwan, o World Breaking Classic, na Holanda, e a Final Mundial do Red Bull BC One, na Suíça. Mesmo consagrado, continua estudando a arte do breaking e buscando evolução constante.
03

🇳🇱 Menno

Menno no Red Bull Lords of The Floor, em Seattle, EUA

Menno no Red Bull Lords of The Floor, em Seattle, EUA

© Little Shao / Red Bu

  • Crews: Hustle Kidz e Red Bull BC One All Stars
  • País: Holanda
  • Início da carreira: 2001
  • Campeão mundial do Red Bull BC One em 2014, 2017 e 2019
Menno van Gorp é um dos mais reconhecidos B-Boys do mundo. Nascido e criado em Tilburg, ele começou no breaking em 2001, aos 12 anos, incentivado por primos, mas sua inspiração vem de B-Boys como Lego, Maurizio, Swift Rock e Karim Barouche. Menno é conhecido por sua originalidade e moldou um estilo de transição que flui perfeitamente de um movimento pro outro. O holandês acumula um monte de títulos importantes como o tricampeonato da Final Mundial do Red Bull BC One, as competições solo de 2013 no Battle of the Year e no Unbreakable Championships, o campeonato solo R16 de 2015 e o Mundial de Breaking da WDSF de 2019.
04

🇯🇵 Shigekix

Um retrato do B-Boy Shigekix.

O B-Boy Shigekix

© Little Shao/Red Bull Content Pool

  • Crews: K.A.K.B e Red Bull BC One All Stars
  • País: Japão
  • Início da carreira: 2009
  • Campeão mundial do Red Bull BC One em 2020
Ele é um fenômeno de Osaka. Começou no breaking aos 7 anos por causa da irmã mais velha, a B-Girl Ayane. Shigekix passou rapidamente da dança estilo livre para ser um B-Boy reconhecido por movimentos rápidos e freezes sólidos. Sua vitória na Baby Battle sub-12, em 2014, na França, marcou um ponto de virada na carreira. Aos 15 anos, Shigekix competiu na Final Mundial do Red Bull BC One em Amsterdã, sendo o mais jovem breaker convidado pro evento. Em 2018, estreou com o breaking nos Jogos Olímpicos da Juventude e foi bronze. Mas seu orgulho é a vitória na Final Mundial do Red Bull BC One em 2020. Ah, ele também desenha, faz arte 3D e fotografa.
05

🇰🇿 Amir

Amir na Final Mundial do Red Bull BC One em Nova York, em 2022

Amir na Final Mundial do Red Bull BC One em Nova York, em 2022

© Little Shao / Red Bull Content Pool

  • Crews: Equipe Predatorz e PDVL
  • País: Cazaquistão
  • Início da carreira: 2009
  • Campeão mundial do Red Bull BC One em 2021
Amir deixou uma marca significativa no breaking em 2021. Na Final Mundial do Red Bull BC One, na Polônia, ele se tornou o primeiro breaker do seu país a conquistar um título do evento. Além disso, foi o primeiro a sair da Last Chance Cypher (a repescagem com campeões nacionais) pra ser vencedor da Final Mundial. Amir chegou ao topo uma origem pobre e uma jornada exaustiva do Cazaquistão pra Europa. O B-Boy se mudou pra Rússia aos 16 anos e começou dançar em 2009. Foi descoberto em 2020, quando venceu a batalha o Legits Blast, em Praga. Depois, ganhou o Unbreakable e o Red Bull BC One Cypher, no Cazaquistão, em 2021.
06

🇺🇲 Victor

B-Boy Victor em Mumbai, Índia

B-Boy Victor em Mumbai, Índia

© Ali Bharmal / Focus Sports / Red Bull Content Pool

  • Crews: Squadron, MF Kidz e Red Bull BC One All Stars
  • País: EUA
  • Início da carreira: 2005
  • Campeão mundial do Red Bull BC One em 2015 e 2022
Victor Montalvo, ou B-Boy Victor, nasceu na Flórida e foi apresentado ao breaking pelo pai, um ex-B-Boy, aos 6 anos. Mas só aos 11 começou a praticar seriamente. Sua estreia em competições rolou aos 14 anos, e a primeira grande vitória foi no Red Bull BC One Cypher de 2011, em Tampa, na Flórida. A conquista o lançou pro mundo. Agora, faz parte de algumas das maiores crews do mundo e exibe movimentos como o giro de uma mão Super-Montalvo e o combo back-flip-into-flare. Entre as maiores vitórias estão a Final Mundial do Red Bull BC One de 2015 e 2022, a Undisputed World B-Boy Series, o Outbreak Europe em 2017 e 2019 e o Campeonato Mundial de 2021.
07

🇰🇷 Hong 10

Hong 10 em Paris

Hong 10 em Paris

© Little Shao / Red Bull Content Pool

  • Crews: Flow XL, 7 Commandoz e Red Bull BC One All Stars
  • País: Coreia do Sul
  • Início da carreira: 1998
  • Campeão mundial do Red Bull BC One em 2006, 2013 e 2023
Hong 10 é tricampeão da Final Mundial do Red Bull BC One (2006, 2013, e 2023) e segundo breaker na história a ganhar três vezes a competição, o que reforçou seu status de lenda. Em sua última conquista, derrotou o amigo Phil Wizard em uma final com a qual sonhava. Hong 10 tinha 13 anos quando viu amigos praticando breaking, ficou interessado e pensou: "Se ele eles podem, eu também posso". Ele tinha razão. O sul-coreano conquistou sua reputação com performances inacreditáveis e competitivas, inovando sempre os movimentos. Hoje, ele é conhecido mundialmente por vários de seus movimentos característicos.
08

🇨🇦 Phil Wizard

Phil Wizard na Cidade do Cabo

Phil Wizard na Cidade do Cabo

© Tyrone Bradley / Red Bull Content Pool

  • Crews: United Rivals, 7 Commandoz e Red Bull BC One All Stars
  • País: Canadá
  • Início da carreira: 2009
  • Vice-campeão mundial do Red Bull BC One em 2021 e 2023
Nascido em Toronto em uma família de origem coreana, Phil começou sua jornada de breaker aos 12 anos. Sua inspiração veio ao assistir às apresentações da equipe N.O.N. nas ruas de Vancouver, onde mora. Ele voltou pra casa e mergulhou no YouTube para aprender mais sobre a dança. Ele já recebeu orientações da equipe N.O.N e de B-Boys como JBugz, Reflex, Hong 10, Wing, Victor e Issei. Phil faz um treinamento rigoroso e mostra muita influência dos companheiros com quem treinou. Entre suas principais conquistas estão o Red Bull BC One Cypher LA 2017, o Red Bull BC One Cypher Canada 2018 e o 2018 Undis2puted World B-Boy Series. Além da medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2023.
09

🇳🇱 Lee

B-Boy Lee na Áustria

B-Boy Lee na Áustria

© Markus Berger / Red Bull Content Pool

  • Crews: The Ruggeds e Red Bull BC One All Stars
  • País: Holanda
  • Início da carreira: 2003
  • Vice-campeão mundial do Red Bull BC One em 2022
Lee nasceu e foi criado em Amsterdã. Sua jornada no breaking começou aos 2 anos, inspirada pela mãe, que era B-Girl. Lee recebeu as primeiras orientações de Shailesh Bahoran, da crew Illusionary Rockers. Em 2010, se juntou à The Ruggeds, e lá desenvolveu um estilo que tem como características flexibilidade dinâmica, movimentos fluidos e imprevisibilidade. Seu estilo inovador tem movimentos originais de deslizamento e windmills em que ele desliza pelo palco fazendo um deslizamento de cotovelo entre cada rotação. Entre suas principais conquistas estão o Crashfest em 2020, o Red Bull BC One E-Battle de 2021 e o Dutch Breaking Solo B-Boy de 2022.
10

🇬🇧 Sunni

Sunni em Bangkok, na Tailândia

Sunni em Bangkok, na Tailândia

© Little Shao / Red Bull Content Pool

  • Crews: Black Market, Brkn' Nest e Red Bull BC One All Stars
  • País: Reino Unido
  • Início de carreira: 2006
  • Bicampeão do UK B-Boy Championships
Sunni é conhecido por seu poder explosivo e estilo inovador, criando movimentos com um fluxo intrincado e imprevisível. Uma de suas maiores influências é Hong 10, com quem Sunni teve uma batalha épica em 2011. Fazer parte do Red Bull BC One All Stars foi um grande passo na jornada de Sunni no breaking. Depois de deixar a escola aos 16 anos para se dedicar em tempo integral à sua paixão, entrou pra equipe e transformou sua vida, uma recompensa pelos seus esforços e pela dedicação. Nos últimos anos, ele tem viajado pelo mundo como membro do Red Bull BC One All Stars, compartilhando a arte com dançarinos de todas as gerações.
Baixe agora o app da Red Bull TV e veja filmes e séries: é só clicar e assistir!