Dança

House: o estilo alternativo de dança de rua

© Kien Quan / Red Bull Content Pool
O gênero que conseguiu incorporar novos ritmos à street dance
Escrito por Evandro PimentelPublicado em
Você já deve ter percebido: a maioria dos estilos de dança de rua são acompanhados ao som de hip-hop ou funk. Quer mudar um pouco de rumo? Então vai de house. Criado nos anos 80, o estilo surgiu quando DJs de Chicago e de Nova York começaram a usar sons de bateria eletrônica – oi, house music – em seus sets e o público respondeu com uma nova dança.
House, com dança, foi uma criação coletiva, e por isso é fortemente influenciada por elementos de várias comunidades, entre elas a afro-americana e a latina, carregando influências de salsa a merengue, passando por samba, capoeira e frevo, além de gêneros como o bebop, uma corrente muito influente do jazz (insira mentalmente aqui aquele emoji com a cabeça explodindo). O resultado são passos e combinações que tomam emprestadas inspirações de danças de diversas partes do mundo, funcionando como um caleidoscópio de diferentes culturas.
A liberdade do dançarino em contato com a música é a principal característica do house, que possui movimentos bastante variados, mas com algumas características marcantes. Normalmente, o dançarino vibra a parte superior do corpo despretensiosamente, enquanto faz movimentos mais rápidos e complexos com os pés (footwork).
Um jeito fácil de identificar quando alguém que esteja dançando house é pelo passo conhecido como "jacking". É um dos passos básicos do estilo e consiste em mover o tronco para a frente e para trás, como se uma onda estivesse passando por ele. A velocidade dessa onda acompanha a velocidade da música, e enquanto o ritmo vai aumentando, o jocking prepara o dançarino para o footwork.
A música que acompanha essa dança é caracterizada por ir de 126 a 130 bpm, com batidas 4 por 4 em uma sequência contínua. A house music apareceu pela primeira vez no set do DJ Frankie Knuckles, que tocava em um clube de Chicago chamado The Warehouse nos anos 80.
Frankie Knuckles
Frankie Knuckles
Desde então, dezenas de variáveis da house music surgiram, sendo o electro house – também chamado de dirty house – uma das mais populares. O estilo é o preferido de DJs bem conhecidos, como Zedd, David Guetta, Benny Benassi, Alesso, Avicii e Calvin Harris. Ele varia de 128 a 130 BPM e apresenta batidas pesadas acompanhadas de graves distorcidos e rítmicos como base principal.
Mas se essa não for muito sua praia, o que não faltam são alternativas, entre elas o deep house, tech house, tropical house, progressive house, tribal house, acid house, soulful house, afro house, future house e o electro house – e a lista continua. É só escolher uma (ou várias, por que não?) e deixar os passos fluirem.
Baixe o app da Red Bull TV e tenha acesso a todos os nossos vídeos! Disponível na App Store e na Play Store.