Fred e Benzema

Talvez você não lembre mas esses caras já jogaram juntos

© Getty Images

Sabia que Jardel e Cristiano Ronaldo formaram dupla de ataque do Sporting Lisboa no início da década passada?

As mudanças e os eventos no futebol acontecem tão freneticamente que muitas lembranças ficam pelo caminho com o passar do tempo.

Mas a gente faz questão de relembrar algumas duplas que um dia já dividiram o mesmo lado do campo, mas que talvez você não se recorde. Apenas curta esse momento de nostalgia.

Juninho Pernambucano e Thierry Henry (2013)

Juninho e Henry
Juninho e Henry

Juninho ficou menos de um ano no New York Red Bulls, tempo suficiente para trocar passes com Henry, então capitão e principal estrela do time.

Jardel e Cristiano Ronaldo (2001 - 2003)

Jardel e Cristiano Ronaldo
Jardel e Cristiano Ronaldo

Dessa dupla poucos lembram. Jardel, já consagrado, foi uma espécie de "mentor" de Cristiano Ronaldo, que acabara de subir das categorias de base do Sporting. Juntos ganharam a Supertaça de Portugal em 2002.

Fred e Karim Benzema (2005 - 2009)

Parceria dentro e fora de campo. Em 2008, Benzema veio ao Brasil a convite de Fred, seu companheiro de Lyon, para as festas de fim de ano.

Roberto Carlos e Kazim-Richards (2007 - 2009)

Roberto Carlos e Kazim
Roberto Carlos e Kazim

Já em final de carreira, Roberto Carlos atuou pelo Fenerbahçe e por lá encontrou Kazim, revelação do futebol turco à época.

Ronaldinho Gaúcho e Loco Abreu (1998)

Ronaldinho e Loco Abreu
Ronaldinho e Loco Abreu

No Brasileirão de 1998, o Grêmio contou no seu ataque com Ronaldinho e Loco Abreu. O uruguaio jogou pouco e logo saiu. Ronaldinho ainda brilharia por mais dois anos antes de ser vendido ao PSG.

Rivaldo e Yaya Touré (2005 - 2007)

Sensação do Metalurg Donetsk, da Ucrânia, Yaya Touré foi contratado pelo Olympiakos em 2005 para compor o meio-campo com Rivaldo. A dupla faturou Campeonato Grego, Copa da Grécia e Supercopa da Grécia em 2006.

Leandro Amaral e Rui Costa (1999-2001)

Os gols marcados em profusão com a camisa da Portuguesa fizeram a Fiorentina crescer os olhos para cima de Leandro Amaral. Nas duas temporadas em que jogou no clube de Florença, o atacante dividiu tarefas com Rui Costa.

Fábio Simplício e Francesco Totti (2010 - 2012)

Simplício e Totti
Simplício e Totti

Volante de boa saída e muita combatividade, Simplício rodou por Parma e Palermo antes de ingressar na Roma. Titular em mais de 50 jogos entre 2010 e 2012, passou poucas e boas ao lado de Totti, ídolo eterno do time da capital italiana.

Ricardo Oliveira e Paolo Maldini (2006 - 2007)

Ricardo Oliveira e Maldini
Ricardo Oliveira e Maldini

O Milan buscava uma alternativa no ataque após perder Shevchenko para o Chelsea, em 2006. Achou Ricardo Oliveira, artilheiro no Bétis. Como reserva, o centroavante levou o título da Liga dos Campeões de 2006/2007, num time que tinha, entre outros craques, Maldini.

Athirson e Zinedine Zidane (2001)

Athirson (número 13) e Zidane (número 2)
Athirson (número 13) e Zidane (número 2)

Um dos melhores laterais esquerdos do Brasil no final da década de 90, Athirson foi contratado pela Juventus em 2000. Por conta da forte concorrência, fez apenas cinco jogos pelo clube alvinegro e foi emprestado. Na foto de apresentação do elenco para a temporada 2000/2001, Athirson (número 13) posa ao lado de uma constelação de craques, como por exemplo Zidane (número 2).