Luvas lavadas 🧤 = Péter Gulácsi feliz 😀
© RB Leipzig

Ritual de goleiro: 'Lavo sempre minhas luvas. Eu mesmo'

Conheça os rituais do Péter Gulácsi, paredão do RB Leipzig
Escrito por Ricardo Gomes
2 min de leituraPublicado em
Em seis anos de RB Leipzig, Péter Gulácsi já fez o bastante pra entrar na galeria dos grandes da história do clube. E, pra se tornar um ídolo desse tamanho, o goleiro faz uma ligação direta com um ritual pra lá de peculiar, que você vai conhecer agora.
O húngaro, recordista de jogos disputados na Bundesliga pelo RB Leipzig – foram 164 aparições até o fim da temporada 2020/2021 –, tem atenção especial com as luvas. E não se trata de uma preferência por cor, modelo do material. Ele trata de suas principais ferramentas de trabalho como se fossem suas filhas.
"Sempre que eu pego um novo par de luvas, eu mesmo lavo antes de usar. Depois, uso por duas semanas só durante o aquecimento dos jogos e só no terceiro jogo, é que uso de verdade. Quinta-feira costuma ser o dia da lavagem", contou Péter Gulácsi ao site do clube.
Péter Gulácsi, goleiro do RB Leipzig
Péter Gulácsi, goleiro do RB Leipzig
Se alguma coisa sair fora do roteiro, como uma goleada ainda no primeiro tempo ou uma falha grave, Gulácsi deixa um par de luvas reservas a postos. Mas a chance de trocá-las no vestiário é quase nula: aconteceu só uma vez, mas ele diz não lembrar do jogo. "Talvez contra o Hoffenhein."
Com as luvas devidamente lavadas, Gulácsi é duro na queda. Sua frieza e precisão lhe garantem quase sempre um lugar entre os melhores goleiros da Bundesliga – nas temporadas 2018/2019 e 2020/2021 ele foi o goleiro menos vazado da liga. Não à toa é chamado de Pete The Wall (Pete Paredão, em bom português).
Gulácsi em ação pelo RB Leipzig
Gulácsi em ação pelo RB Leipzig
Cheguei ao RB Leipzig com o clube na segunda divisão. Tenho muito orgulho pelo que conquistei
Péter Gulácsi

Início difícil

Antes de conseguir o seu lugar no futebol, Gulácsi deu muito duro. Em 2008, se profissionalizou no MKT, da Hungria, quando tinha 17 anos. No ano seguinte, foi para o Liverpool. Era a chance da sua vida.
Mas Gulácsi sequer jogou pelo time principal dos Reds. Foi emprestado pra times ingleses menores até 2013, quando fechou com o Red Bull Salzburg. Aí as coisas começaram a mudar.
Gulácsi no Red Bull Salzburg: mais títulos que tempo de clube
Gulácsi no Red Bull Salzburg: mais títulos que tempo de clube
Na Áustria, ele virou titular, fez 100 jogos e levantou três taças. Em 2015, foi para o RB Leipzig, que ainda jogava a segunda divisão alemã. Precisou vencer a concorrência de Fabio Coltorti e Benjamin Bellot para agarrar a titularidade e nunca mais sair. Sempre com as luvas bem lavadas, é claro.
Baixe agora o app da Red Bull TV e tenha acesso a vídeos, filmes e séries!