Gaming

Tudo que você precisa saber sobre Madden 21

© EA Sports
A temporada da bola oval chegou e nós já jogamos o game oficial da NFL
Escrito por Jeancarlos MotaPublicado em
O Madden 21 chegou junto com a temporada da NFL e com um objetivo: o game quer ser mais do que apenas um paralelo com a liga de futebol americano e combina agora o que já deu certo com uma novidade inusitada, o The Yard. Segue aí que a gente conta.

Pegue-me, se puder!

Fãs de games de esportes querem sempre novidades em seus jogos favoritos. Entre as apresentadas na jogabilidade pela EA para o novo Madden 21, os novos controles de Pass-Rush empolgam. Com eles, é possível executar dribles dignos dos movimentos de atletas da NFL, como giros, esquivas laterais e "perna morta" (quando a perna da frente fica estática e o jogador finta para um lado sem o adversário perceber). Para não ser injusto com o outro lado agora há novas formas de defensa disponíveis, com muito mais controle para interceptar uma corrida ou até mesmo o quarterback, além de tackles mais realistas e precisos.

A melhor novidade: The Yard

Olha, mãe! Só com uma mão e no estilinho!
Olha, mãe! Só com uma mão e no estilinho!
The Yard chegaria perto de um FIFA Street em Madden 21, mas não é apenas isso. É uma maneira completamente nova de experimentar o futebol americano! Nele, o jogo te coloca em partidas 6 x 6 com superestrelas em partidas "de quintal" absurdamente cativante. Pense no que aconteceria se você e seus amigos jogassem no fundo de casa, com modificações de regras predefinidas e muito movimento. Nada de chutes, sempre começando com uma primeira para 20 da linha de 20 jardas do seu campo de defesa. Perdeu a bola, é a vez do adversário também começar na linha de 20 jardas dele. E enquanto você não passar na linha de scrimmage é possível fazer quantos passes quiser (bônus em pontuação para três passes em uma jogada!). Fora da realidade? Aham:
Depois disso, há uma série de desafios com ainda mais alterações malucas e divertidas das regras, modos offline e online, sem falar de diversos itens para customização de seus jogadores. Não é perfeito e depois de um bom tempo fica a sensação de que algo mais rico - como a versão carreira dele - faz falta. Contudo a chegada do The Yard anima, diverte e tem tudo para ficar ainda melhor com o passar dos próximos anos (quem sabe com uma atualização). É quase um jogo próprio e muito bom de futebol americano.

Superstar X-Factor e Face of the Franchise retornam

Ele num vai nãaaao!
Ele num vai nãaaao!
Retornar para touchdown não é fácil, e os retornos aqui são sinônimos de novas táticas para ir além. No caso desses modos, novas distâncias foram conquistadas. O Superstar X-Factor traz a volta do sistema de habilidade que faz as estrelas da NFL passarem o sentimento de atletas fora da curva. Agora são ainda mais atletas com características únicas (por volta de 50). Já no Face of the Franchise permite expandir os limites do seu legado. A versão melhorada deste modo carreira de documentário jogável foi expandida. Agora será possível jogar como running back e wide receiver além de quarterback. O modo também não acaba mais após o Draft e oferece todos os níveis de agenciamento do atleta e profundidade ao longo de sua jornada para o Hall da Fama.

Madden Ultimate Team

Madden Ultimate Team, onde suas figurinhas nunca saem de moda
Madden Ultimate Team, onde suas figurinhas nunca saem de moda
Ame ou odeie, o Madden Ultimate Team (ou MUT) está de volta. O modo que une uma especie de fantasy jogável com cartas colecionáveis funciona da seguinte forma: você abre pacotes aleatórios de cards de esportes, cada um representando os jogadores da NFL de hoje e de antigamente, e esses cards formam sua equipe. Depois, a ideia é expandir e melhorar cada vez mais essa equipe ao longo do ano, ao conquistar novas cartas jogando e ao completar desafios, ao desafiar outros esquadrões do MUT online e assim por diante. A premissa é ótima e você consegue adquirir novos pacotes de cartas com a moeda do jogo, recebida como recompensa ao jogar. Em contrapartida, também é possível comprar pacotes com dinheiro real e há jogadores que não gostam desta forma de compra,que aumenta as chances de conseguir cards melhores.
Dentre as novidades no MUT deste ano estão as limitações de habilidades. Anteriormente, você estava limitado a selecionar apenas três jogadores ofensivos e três defensivos para equipar habilidades especiais. Mas agora cada habilidade tem um custo de Ponto de Habilidade (AP) e você tem um limite de AP para ataque, defesa e time de especialistas, o que permite ser mais flexível ao equilibrar sua equipe e personalizá-la da maneira certa. A outra é a inclusão do Rivalz, que é como uma série de desafios no estilo Arcade para ajudar a impulsionar sua equipe desde o início.

Infelizmente, nem tudo é touchdown

Madden 21 é um bom jogo para fãs do futebol americano, mas a franquia precisa se atentar em alguns pontos. Os gráficos, em geral, são muito bem feitos, porém os rostos dos personagens (em campo e na torcida) parecem saídos de um tackle: ainda têm animações nada reais e em alguns momentos até estranhas. O modo carreira diverte qualquer fã do esporte, contudo se você jogou as últimas edições, mesmo com os novos caminhos para levar seu atleta (RB e WR, além de QB), este ainda lembra muito o modo jogado desde Madden 19. Enquanto Madden 21 é bastante criativo e enriquecedor em alguns modos e novidades, carece de lapidação em outros. Torcemos que isso aconteça até a chegada da próxima geração e com updates ainda nesta edição.
Com seus altos e baixos, Madden 21 tem muito conteúdo para qualquer fã do esporte. O game já está disponível para Playstation 4, Xbox One e PC e nosso artigo foi possível graças a uma cópia para Xbox One cedida pela Electronic Arts. Ele também estará disponível para PlayStation 5 e Xbox Series X e S em novembro, onde quem adquirir a versão de PS4 ou Xbox One ganhará a edição para a nova geração de consoles.
Baixe o app da Red Bull TV e tenha acesso a todos os nossos vídeos! Disponível na App Store e na Play Store.