Tela de God of War

Esse são os jogos que você não pode perder em abril de 2018

© Santa Monica Studio

Abril traz o outono e um leque de títulos imperdíveis que farão você passar horas jogando.

A variedade é o tempero da vida, e para os gamers que buscam uma mistura de experiências nos próximos títulos que serão lançados, abril será um mês empolgante. Seja pelo retorno de um herói que tanto sentíamos falta, a uma nova forma de jogar um amado RPG, ou até algo totalmente diferente (e inteiramente relacionado a peças de papelão), esse mês deve satisfazer os gostos de todos os tipos de jogadores.

Extinction (10 de abril, PlayStation 4, Xbox One, PC)

Vamos deixar as coisas bem claras, lutar contra gigantes é bem divertido. Claro, pode ser ainda mais que isso – Shadow of the Colossus, por exemplo, consegue fazer da experiência de atacar bestas colossais algo espantoso, emocionante e surpreendentemente tocante, porém, em sua maior parte, derrubar um gigante é muito divertido. 2018, ainda bem, é um ótimo ano para lutar contra monstros. Monster Hunter: World e Attack on Titan 2 já trouxeram a luta para os consoles, e agora, Extinction vai se juntar à festa.

Dos desenvolvedores da Iron Galaxy, Extinction relata o conto de Avil, um guerreiro incrivelmente ágil, que tem a tarefa de se defender de ogros gigantes que devastam os vilarejos do mundo. Você terá que escalar, pular, agarrar e cortar por seu caminho até esses adversários colossais (onde a decapitação é a única forma de derrubar um ogro, e sabemos que é muito a se pedir quando o assunto é um monstro de quase 50 metros de altura!) que podem lhe derrubar com um único golpe. Seu personagem principal é gracioso o suficiente para fazer da tarefa algo agradável e os ogros são apropriadamente desafiadores, dado seu tamanho monumental.

Visualmente, ao menos, o game aparenta ser uma alternativa mais cartunesca do que outros títulos de caça aos monstros, mesmo que ainda tenha uma ação com um tantinho de sangue. Existe a promessa de uma história por trás da caça aos ogros, como também um sistema de progressão que ajudará a derrubar até o maior e mais desafiador inimigo. Se você estava em busca de outra forma de lutar contra gigantes, Extinction pode ser o que buscava.

Yakuza 6: The Song of Life (20 de abril, PlayStation 4)

Kazuma Kiryu volta mais uma vez para nossas telas e, francamente, mal podíamos mais esperar por seu retorno. A mais recente entrada na épica série de aventuras da Sega dá aos fãs precisamente o que queriam – um mundo repleto de atividades, um roteiro recheado de profundidade, reviravoltas e combates de quebrar os ossos (sério!). Por mais que quiséssemos colocar logo nossas mãos nele, um curto atraso fez com que Yakuza 6: The Song of Life só chegasse no ocidente em abril – mas pelo visto, quem espera realmente sempre alcança.

O jogo narra a saga de Kiryu enquanto ele é levado novamente à dobra, após um trágico acidente que envolve sua filha e revela uma conspiração governamental, além de outras coisas. Esse épico alcança um grande número de missões principais e opcionais para garantir que os fãs de Yakuza fiquem realmente ocupados, enquanto a história consegue ser maluca e genuinamente envolvente ao ser explorada. Amantes da série voltarão à sua narrativa completa com combates brutais e profundidade de gameplay, e The Song of Life aparenta ter essas três características em abundância.

God of War (20 de abril, PlayStation 4)

Já faz um tempo desde que tivemos uma sequência apropriada da monstruosidade do entretenimento que é a série God of War, porém nós finalmente teremos uma continuação do jogo absolutamente magnífico que é God of War III. Com uma pegada diferenciada às aventuras hack and slash de seus predecessores, God of War introduz o filho de Kratos, Atreus, enquanto ele e seu querido velho pai desbravam uma terra nórdica repleta de monstros.

Como já esperamos da franquia, o jogo esta com uma aparência absolutamente deslumbrante, enquanto os desenvolvedores da Santa Monica Studio prometeram uma experiência maior que as anteriores (algo em torno de 25-30 horas), o que nos dá ainda mais tempo para experimentar o elo entre Kratos e Atreus. Com uma história que promete ser recheada de sentimentos, assim como monstros repletos de presas, estamos animados para ver o que o próximo título dessa série épica reserva para nós.

Tela do mundo de God of War
Explore seu mundo em God of War

Nintendo Labo Variety Kit, Robot Kit (20 de abril, Nintendo Switch)

Agora vamos falar de algo completamente diferente. Enquanto a maior parte das empresas olha para o futuro e vê algo mais brilhante, mais avançado, ou de explodir a mente tecnologicamente, a Big N parece ter escolhido outro caminho. Apresentamos o Nintendo Labo, a série de brinquedos da Nintendo baseados em papelão que se conectam com o Nintendo Switch se seus Joy-Con, o que permite com que os jogadores criem uma gloriosa experiência DIY (Do It Yourself) que você não encontrará em outro lugar.

Os “controles de brinquedo” são fornecidos em uma placa embalada a vácuo (e torcemos que sem os problemas com tentativas de montagem que algumas embalagens costumam ter), enquanto suas instruções de como montar serão mostradas na tela do Switch, de forma totalmente interativa em 3D. Você até pode imaginar o que é possível fazer com papelão, mas talvez não tanto quanto a criatividade que a Nintendo aplicou nesse projeto.

Os designs revelados até então tem sido sensacionais, e incluem uma vara de pesca, uma moto e um piano, onde todos estarão disponíveis no lançamento do Variety Pack. O Robot Kit também estará disponível, o qual é tão legal quando soa, e lhe transforma em um Transformer humano/papelão. Mal podemos esperar para por nossas mãos no que pode ser um dos mais inovadores lançamentos em anos.

Adventure Time: Pirates of the Enchiridion (24 e abril, PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch, PC)

Tela de Adventure Time: Pirates of the Enchiridion
Prepare-se para zarpar em Adventure Time: Pirates of the Enchiridion

Tudo o que é bom dura pouco, e isso acontece especialmente em shows de TV. Qualquer série das telinhas que vale a pena sabe como é importante parar no momento certo, pois é melhor sair no topo do que ser esquecida. A Hora da Aventura (Adventure Time), a série brilhantemente bizarra do Cartoon Network, certamente entra nessa categoria, uma vez que ela chegará ao fim esse ano, após dez maravilhosas temporadas. Para todos que estão prontos para ficar de luto pelo fim das aventuras de Jake e Finn, enquanto eles derrotam o mal através das terras de Ooo, abril traz o lançamento de Adventure Time: Pirates of the Enchiridion, uma aventura de mundo aberto (é claro) que pode ajudar a aliviar essa dor.

O jogo mostra a terra de Ooo separada do resto do mundo, seguida de uma inundação, e será necessário que Jake, Finn e o resto da turma partam pelos oceanos para descobrir o mistério do que aconteceu e reunam o que foi separado. Com uma história original da Hora da Aventura, personagens atualizados e uma estilo de arte remanescente do show, Pirates of the Enchiridion aparenta ser uma alegria para os fãs, e quem não estiver acostumado com o charme da franquia encontrará um mundo aberto prazeroso, colorido e bem excêntrico.

Frostpunk (24 de abril – PlayStation 4, Xbox One, PC)

Os criadores do belíssimo This War of Mine vão colocar a esperança da humanidade em suas mãos. Frostpunk é um grito pela sobrevivência: o gelo chegou e como não é mais possível contar com recursos como a eletricidade, que é totalmente falha, você precisará administrar uma realidade onde faz-se necessário sobreviver através da tecnologia movida a vapor.

Nessa desconstrução dos 'simuladores de gerenciamento de cidades', será necessário tomar as melhores decisões pela sobrevivência de seu povo, e manter a chama da esperança acesa. Todavia, escolhas poderão ter bastante peso e ecoarão por gerações, uma vez que até as leis serão ditadas por você.

Froskpunk estava com lançamento marcado para 'Q1 2018', ou seja, o primeiro trimestre, que iria até 31 de março, porém foi adiado e agora finalmente confirmado para o final de abril, e estamos curiosos para ver o resultado desse interessante futuro em meio ao caos.

The Swords of Ditto (24 de abril, PlayStation 4 e PC)

The Swords of Ditto é um RPG de ação compacto dos estúdios da onebitbeyond e da Devolver Digital, que cria uma aventura única para cada novo herói na luta implacável contra a malígna Mormo. Os jogadores assumem o papel de um dos heróis lendários da Ilha de Ditto, em campanha solo ou co-op.

Cada lenda se torna única para eles, pois todos os êxitos e falhas são registrados nos tomos de Ditto e tem efeito nas aventuras seguintes. Com isso, cabe a você e seus amigos expulsar Mormo em uma lenda, para que os heróis da próxima geração encontrem uma terra mais alegre. Mas, se você falhar, a escuridão começará a envolver a ilha.

Além disso, graças a uma parceria com a SIE Studios Japan, o jogo terá uma quest exclusiva no PS4 em crossover com o game LocoRoco. A missão especial fará com que os intrépidos aventureiros entrem em uma caverna secreta e disputem todos os LocoRocos soltos, enquanto se defendem dos clássicos vilões da Tropa Moja. Completa – com música, efeitos sonoros, e até mesmo cantoria que já conhecemos da franquia LocoRoco –, a aventura será digna de qualquer herói em busca de uma recompensa verdadeiramente digna.

South Park: The Fractured But Whole (24 de abril, Nintendo Switch)

Tela de South Park: A Fenda que Abunda a Força
Escolha seu lado em South Park: A Fenda que Abunda a Força

South Park: A Fenda que Abunda a Força iluminou nossas telas por um bom tempo até então, e capturou o espírito da série de brilhantemente, enquanto também ofereceu uma baita experiência de RPG. Agora, o jogo está a caminho do Switch e mal podemos esperar para ver como ele se comporta nessa plataforma mais tátil.

O jogo conta com uma história completa com momentos chocantes, e enquanto seu humor constantemente passa dos limites do aceitável, muito parecido com a série, seus níveis ofensivos são parte do charme de South Park. Para quem não é um fã, o jogo oferece um RPG sólido, com side quests, combate forte e uma gama de personagens jogáveis, contudo para amantes de South Park esse é uma explosão absoluta. Ao dar a chance de todos os personagens brilharem, A Fenda que Abunda a Força é uma distilação brilhante do que South Park deve ser como um videogame. Para os usuários do híbrido da Nintendo que ainda vão experimentar de seu charme, entendemos o motivo de ficar empolgado.

Para saber mais sobre jogos, siga @RedBullBR no Twitter e curta nossa página no Facebook.