Eventos & Festivais

O melhor do Carnaval do Recife, por Karina Buhr

© Divulgação
Escrito por Evandro Pimentel
Cantora indica os programas indispensáveis da Folia na cidade
Karina Buhr tem o nordeste nas veias. Baiana de nascimento, a cantora, compositora, percussionista, poeta e atriz mudou-se para Recife aos 8 anos. Todos estes anos morando na cidade adicionaram ao seu currículo muita experiência em Carnaval recifense, um dos mais famosos e disputados do País.
Tá pensando em passar o Carnaval por lá? Então cola nas dicas que a Karina deu pra gente para você não deixar de curtir os programas indispensáveis da folia.

Homem da Meia-Noite

Patrimônio Vivo de Pernambuco desde 2006, o Homem da Meia Noite abre o carnaval de Olinda há 88 anos. O desfile de mais ou menos 3,5 km sai da sede do bloco, na Estrada do Bonsucesso, à meia-noite de sexta para sábado, e volta por volta das 3h30. São esperadas 500 mil pessoas.
Homem da Meia-Noite
Homem da Meia-Noite
“É o nosso muso, nosso guia, aquele que junta mais gente e tanta gente mais diferente uma da outra no mesmo espaço. Um momento em que aconselho a bebida pra outra hora, porque a concentração tem que ser na sobrevivência, já que a lotação é completa em cada paralelepípedo da Estrada do Bonsucesso e a euforia, gigante. É lindo, é único o momento em que o calunga aparece na porta de casa, a sede do bloco. Nessa hora vale cada segundo de agonia na lotação. Todo mundo braço com braço, respirando junto e louvando o Carnaval, esse Deus que nos salva do dia a dia besta da vida.”

Noite dos Tambores Silenciosos

O Pátio do Terço é um espaço simbólico de Recife, onde até 1888 escravos eram comercializados, castigados e sepultados. Em 1961, houve uma campanha para resgatar e valorizar os ritos africanos e desde então essa cerimônia de sincretismo religioso celebrada na segunda-feirapassou a ser destaque no carnaval recifense.
Recife (PE)
Pátio do Terço
“No Pátio do Terço, na noite de segunda-feira de Carnaval, se reúnem as nações de maracatu e também afoxés. À meia-noite se faz silêncio. Por alguns anos, participei como batuqueira do maracatu Estrela Brilhante do Recife e sempre foi dos momentos mais emocionantes do Carnaval. É uma hora de reflexão, de pausa consciente no meio da euforia da festa. É um momento de reverenciar os ancestrais, de mostrar que sabemos que toda aquela alegria não apaga as tristezas e que não esquecemos do nosso passado. É uma tradição importante pra quem é de candomblé e pra quem não é. Quem estiver por lá não pode deixar de ir."

Encontro de Bonecos Gigantes

A tradição dos bonecos gigantes ganhou as ladeiras de Olinda em 1932. Na terça-feira de Carnaval, dezenas deles, representando figuras da nossa cultura e celebridades, se encontram para um grande desfile pelo sitio histórico. A concentração começa às 8h, com show às 9h e desfile a partir das 11h.
Carnaval 2019
Bonecos Gigantes de Olinda
“Na terça de Carnaval, tomara que o sol esteja bem quente, como ele bem sabe fazer, entre 8 e 11 da manhã no Largo do Guadalupe. Chegando umas 9h, na disposição de quem não vai esperar a saída, mas aproveitar cada minuto até ela acontecer, você vai lá admirar cada detalhe de cada boneco e ser a pessoa mais feliz do mundo quando a orquestra começar a tocar e o cortejo sair pelas ruas da cidade alta.”
Baixe o app da Red Bull TV e tenha acesso a todos os nossos vídeos! Disponível na App Store e na Play Store.