Nintendo Switch

Saiba como o Nintendo Switch Online pode ficar ainda melhor

© Nintendo

Foram revelados os planos para o serviço online da Nintendo, mas nós acreditamos que a gigante japonesa pode fazer ainda melhor

Após alguns atrasos angustiantes e demonstrações que nos deixaram mais do que ansiosos, a Nintendo finalmente revelou o que havia por baixo do pano do serviço online do Switch. Ele chega em setembro e sua inscrição anual irá custar 20 dólares – o que o torna bem competitivo se comparado aos concorrentes da Sony e da Microsoft. Por esta bagatela, você poderá jogar online com direito a chat de voz, espaço na nuvem e uma seleção de jogos clássicos do NES que foram adaptados para receber os serviços de voz e jogabilidade online. Trata-se de uma bela proposta, mas como sempre, nós acreditamos que a Nintendo pode fazer ainda bonito.

Por favor abram alas para o mundo dos 16-bits

A Nintendo confirmou que os assinantes terão acesso à uma seleção de jogos do NES, com ferramentas atuais como o bate-papo de voz e jogabilidade online – ou seja, uma notícia brilhante –, mas a gente quer mais, obviamente. Por mais incrível que o NES seja, o SNES é talvez ainda melhor, evidenciado pelo sucesso gigantesco da edição SNES Classic produzida no ano passado. Temos certeza que o SNES está dentro dos planos dos futuros jogos online da Nintendo, mas o legal mesmo seria poder contar com os clássicos Zelda: Link to the Past, EarthBound, Super Mario Kart, Star Fox e Super Castlevania IV desde o primeiro dia do novo serviço. Enquanto isso não acontece, nós aguardamos. Só por favor, Nintendo, não nos faça esperar muito. Obrigado.

Que tal melhorar o serviço de voz online?

Todos aqueles que jogam Splatoon 2 poderão concordar: o chat de voz no Switch é um pesadelo de aplicativos, cabos e fones de ouvido. Simplesmente não é possível, ainda, plugar o seu fone de ouvido no Switch e começar a falar – seria fácil demais se fosse assim. Ao vez disso, você precisa de um aplicativo separado no seu telefone ou tablet que vai lidar com o chat de voz, conectado à sua conta principal da Nintendo no seu Switch. Uma vez que você se acostuma, o serviço funciona super bem, mas no melhor dos mundos nós gostaríamos de uma versão mais clara, elegante e direta. Dado o fato de que o chat de voz está se tornando algo cada vez mais importante, especialmente com o lançamento do serviço online, o quanto antes a companhia resolver este imbróglio, melhor. 

Queremos novos jogos antigos

A notícia de o que o Switch não disponibilizará um serviço de "Console Virtual" foi encarada com certo desalento pelos fãs da Nintendo – o que é compreensível tamanho o número de games preciosos que foram lançados para o Wii, Wii U e 3DS nos últimos anos. Deste modo, se a Nintendo incluísse todos esses clássicos dentro do seu pacote de serviços, estaríamos muito mais contentes. Acontece que a gente não quer apenas todos os grandes clássicos de NES, SNES e Game Boy pelos quais já pagamos (em alguns casos pagamos mais de uma vez, diga-se de passagem...), nós queremos mais. Queremos ver a Nintendo chafurdando no seu grande histórico de games retrô que até hoje não foram relançados e/ou pouco explorados para o publico.
Temos em mãos um monte de jogos do N64 no Virtual Console original, mas tem uma penca de títulos incríveis que não ganharam uma segunda chance. Sem contar com os títulos do GameCube, que devem ser fáceis de serem emulados no Switch. Imagine-se jogando Super Smash Bros Melee, Zelda: Wind Waker e Super Mario Sunshine na rua? Nós também gostaríamos de ver disponíveis os jogos do Virtual Boy que, graças ao controle Joy-Con, rodariam também o Wii. Inclusive, recentemente alguns jogos de Wii foram lançados na China para o Nvidia Shield, que possui uma arquitetura parecida com a do Switch.

Nuvem cada vez maior

Poder salvar o seu progresso na nuvem é um dos grandes atrativos do novo serviço online do Switch. Até o momento, se você perder o seu console Switch com tudo o que você conquistou, você irá perder também todas as informações, uma vez que os saves estão guardados no hardware do aparelho. Dada à natureza portátil do Switch, isto passa a ser um grande problema que a Nintendo parece não querer enfrentá-lo de vez. Soubemos por aí que nem todos os jogos vão ter o suporte da nuvem, o que sugere que os desenvolvedores de jogos têm a opção de ligar ou desligar esta função conforme suas vontades. Tomara que, quando a Nintendo lance o serviço, ter a opção de salvar na nuvem seja a norma e não a exceção. Oremos.

O preço está bom, mas também façam valer a pena

A Nintendo foi esperta ao manter o preço do Switch Online abaixo das concorrentes Sony e Microsoft. Por 20 dólares, você poderá jogar em multiplayer online, participar do chat de voz, salvar na nuvem e se beneficiar de uma seleção de games retrôs cada vez maior - ou seja, um bom negócio. Entretanto, quando se compara aos serviços do Playstation Plus e do Xbox Live Gold, estes possuem tudo isso que foi mencionado acima e mais uma penca de jogos novos disponíveis (conquanto você mantenha a assinatura), fazendo com que o serviço da Nintendo perca seu brilho natural. Todos os meses, ambas Sony e Microsoft oferecem softwares que provavelmente valem muito mais do que toda uma inscrição anual; talvez seja a hora da Nintendo oferecer algo parecido. É importante lembrar que os usuários de Switch provavelmente tenham um segundo console em mãos - seja um PS4 ou um Xbox One - e que convencê-los a pagar por mais um serviço online não será uma tarefa assim tão simples.
Para saber mais sobre jogos, siga @RedBullBR no Twitter e curta nossa página no Facebook.