Diogo e Sebastião, finalistas nacionais do Red Bull Basement 2021
© Hugo Silva
Technology

Estes são os finalistas nacionais do Red Bull Basement

Diogo Ramos e Sebastião Perestrelo, alunos do ISCTE Business School, vão representar o nosso país na final internacional do Red Bull Basement 2021, na Turquia.
Escrito por Equipa Redbull.pt
3 min readPublicado a
Graças à sua ideia incrivelmente inteligente, a dupla de alunos do ISCTE Business School foi nomeada finalista nacional do Red Bull Basement 2021. Com o projeto “How Coffee Grounds Can Help Save The World”, querem dar uma nova vida às borras do café para solucionar o desperdício de matéria orgânica e minimizar o impacto do aquecimento global.
A equipa vai agora receber apoio e orientação para desenvolver ainda mais a sua ideia antes da Final Global na Turquia em dezembro, onde, ao lado de 44 equipas finalistas de outros países, irão apresentar o projeto a um painel de especialistas em tecnologia e inovação.
A dupla do projeto "How Coffee Grounds Can Help Save The World"
A dupla do projeto "How Coffee Grounds Can Help Save The World"

Sabe mais sobre o projeto nesta entrevista:

Como surgiu a ideia para a criação do projeto "How Coffee Grounds Can Help Save The World"?

Foi através de um trabalho que tivemos de fazer para a faculdade, na cadeira de ética e sustentabilidade. No início, queríamos fazer um fertilizante para café, mas percebemos que já existia e a professora puxou por nós e acabámos por encontrar um artigo em que dizia que era possível reter metado através das borras do café. Achámos bastante interessante e foi a partir daí que começamos a desenvolver a ideia. Através de várias pesquisas e estudos, percebemos que era possível produzir gás natural com as borras de café e o metado derretido e elaboramos o projeto à volta disso. O objetivo do trabalho era fazer uma economia circular, e esse foi sempre o nosso foco.

O que vos inspirou a fazerem a inscrição no Red Bull Basement?

Tivemos conhecimento do Red Bull Basement através de uns amigos, que também participaram. Achámos que era uma boa oportunidade para submeter a nossa ideia, então inscrevemo-nos mesmo no última dia, em cima da hora, já eram 23h00. Sabemos que toda a gente diz o mesmo, mas a verdade é que nunca pensámos que poderíamos ganhar.
Estamos muito felizes e entusiasmados. Chegar até aqui é uma oportunidade única, porque esta é uma iniciativa interessante e estimulante, principalmente para nós estudantes que estamos a ter formação, a desenvolvermo-nos como seres humanos e profissionais no futuro.

O que podemos esperar do "How Coffee Grounds Can Help Save The World" no futuro?

Toda a experiência até aqui já valeu a pena, já nos enriqueceu muito enquanto pessoas, e sem dúvida que o nosso principal objetivo é levar o nosso projeto mais além. Queremos concretizar e viabilizar a ideia.
Sabe mais sobre o roteiro que pode levar uma ideia ao cenário global, aqui.